InícioCulturaCasa da Cultura vai sediar lançamento de documentário sobre Gabriel Joaquim dos...

Casa da Cultura vai sediar lançamento de documentário sobre Gabriel Joaquim dos Santos em São Pedro da Aldeia

Exibição está marcada para esta quinta-feira (13) e terá transmissão ao vivo. Projeto tem financiamento cultural da Lei Aldir Blanc e apoio da Secretaria Adjunta de Cultura

A Casa da Cultura de São Pedro da Aldeia vai sediar, na próxima quinta-feira (13), às 19h, o lançamento presencial do documentário “Um Certo Senhor Gabriel”. O projeto é uma produção do coletivo En La Barca Jornadas Teatrais, executado com recursos da Lei Aldir Blanc, e traz uma narrativa sobre o artista Gabriel Joaquim dos Santos, responsável por criar um dos maiores legados artísticos do município: a Casa da Flor.  Respeitando as medidas de prevenção à Covid-19, o evento terá presença restrita a convidados. O documentário também ficará disponível para acesso no site do projeto e no canal do coletivo, no Youtube.

Além da estreia do documentário, a programação inclui a realização de uma transmissão ao vivo, em formato de live, conduzida pela equipe do filme. A coordenadora geral do projeto, Anna Fernanda Corrêa, destacou a escolha da Casa da Cultura para o lançamento da produção audiovisual.  

“Apresentar em espaços públicos de São Pedro da Aldeia e da Região dos Lagos foi uma das ações para exibição do documentário, e um dos locais escolhidos por unanimidade entre os coordenadores do coletivo En La Barca foi a Casa da Cultura, por ser um espaço de representação do artista aldeense e, principalmente, por receber o nome de Gabriel Joaquim dos Santos. Infelizmente, a pandemia nos impediu de realizar exibições em mais espaços e para grandes públicos, com a dimensão que o trabalho merece, mas tínhamos a certeza de que o lançamento deveria ser feito na Casa de Cultura e com a presença do sobrinho-neto de Gabriel, Valdevir dos Santos”, disse Anna. 

SOBRE O DOCUMENTÁRIO 

“Um Certo Senhor Gabriel” se debruça sobre a vida e a obra de Gabriel Joaquim dos Santos, a partir de seus cadernos. Nas páginas, o artista narra as transformações na pequena aldeia de São Pedro, no Brasil e no mundo entre os anos de 1920 e 1980. Os cadernos originais fazem parte do acervo do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, guardando a memória de Gabriel e da cultura popular da Região dos Lagos. 

Além do registro artístico e histórico sobre o artista, a produção busca fazer uma ponte para novas questões sociais e políticas, como a própria preservação da memória e da construção de identidades. O documentário conta com direção artística de Marcelo Valle, pesquisa e desenho de criação assinados por Anna Fernanda Corrêa e Bruno Peixoto, com participação especial de Kátia Carvalho e Pedro Vilaça. 

LEGADO 

O filme também traz a figura de Valdevir dos Santos, sobrinho-neto do artista que, hoje, é quem cuida da Casa da Flor, principal legado artístico de Gabriel. Nascida de um sonho de Gabriel, a Casa foi esculpida a partir de cacos de vidro, ladrilhos, mosaicos, pedaços de cerâmica, azulejos e todo tipo de material recolhido do lixo, transformados em adornos pelo artista. 

A edificação foi reconhecida pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) como expressão ímpar da arquitetura espontânea popular e foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como patrimônio histórico e artístico nacional.

SOBRE O PROJETO 

O documentário é a atração principal do projeto “Um Certo Senhor Gabriel”, desenvolvido pela Em La Barca Jornadas Teatrais, com consultoria teórica de Ivo Barreto e Pedro Otávio Cavalcante. A iniciativa envolveu, ainda, a impressão e distribuição gratuita da revista Jacuba em escolas, órgãos públicos e também em parceria com a Secretaria Adjunta de Cultura, além da disponibilização em formato-online; a realização de uma oficina gratuita para atores e educadores e a criação de um site e de uma página em rede social para tornar pública a jornada documental para contar a história de Gabriel.  

O projeto é realizado com recursos da Lei Aldir Blanc através do Edital de Retomada Cultural da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa. 

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Colabora no jornal O Dia e Blog Cutback.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content