Cafeteria em Cabo Frio tem espaço para interação com gatos e encanta moradores

Com a iniciativa, o empreendimento, que foi aberto em 2021, já contribuiu com a adoção de 40 felinos

799

A presença de animais no cotidiano das pessoas ajuda consideravelmente na redução dos sintomas de ansiedade, estresse e depressão. Esse fato é cientificamente comprovado. Contudo, nem todos podem ter pets em casa, seja por falta de espaço ou devido à condição financeira. Em Cabo Frio, quem quer ter contato e passa por algum desses problemas possui uma alternativa muito fofa: no Miau Café, localizado no bairro Portinho, além de tomar o lanche da tarde, o local possui um espaço chamado “Santuário dos Gatos”, onde os frequentadores podem passar determinado período de tempo ao lado de vários felinos.

Mas os gatos não estão ali apenas para encantar. Maria Eduarda Fernandes, idealizadora da cafeteria, que começou a funcionar em Cabo Frio no início de 2021, contou que os felinos que ficam no “Santuário dos Gatos” fazem parte de um projeto e estão disponíveis para a adoção.

“Nossa iniciativa é independente, mas contamos com a parceria de uma protetora de animais, que faz os resgates dos gatinhos. Aqui, no Miau Café, a gente só cuida e reabilita eles, até encontrarem uma família. Até o momento, foram adotados 40 gatos em nosso projeto”, explicou a empreendedora.

Para visitar os animais não é necessária a efetuação reserva. Após demonstrar interesse em frequentar o “Santuário”, um dos funcionários leva a pessoa ao local e informa algumas regras para o contato com os felinos: são permitidas visitas entre 20, 30 e 45 minutos, sendo cobrado um valor simbólico, com intuito de contribuir com a manutenção do projeto do Miau Café. “São custos com veterinários, ração, areia sanitária, remédios e conta de luz”, explicou a dona.

Além disso, pessoas de qualquer idade podem frequentar a sala com os gatinhos, contudo, crianças menores de 10 anos apenas são permitidas a entrar em companhia de um responsável adulto. “O motivo dessa regra é em virtude à proteção e cuidado que zelamos pelos nossos gatos e pelas crianças visitantes também, de modo a evitar qualquer forma de estresse desse contato”, explicou Maria Eduarda.

Após a ida, caso o visitante se interesse em adotar um dos felinos, o processo é simples. No instagram da cafeteria temática consta um formulário, onde são feitas perguntas e informadas algumas condições necessárias para o pedido ser aceito, como:

– Ter mais de 18 anos;
– Ter consciência de que adotar é um ato que demanda MUITA responsabilidade financeira e afetiva;
– Ter condição de suprir as necessidades básicas do gatinho, tais como alimentação e higiene;
– Ter planejamento familiar para garantir assistência médica periodicamente, com visitas ao veterinário para vacinação anual e consultas quando houver a necessidade;
– Ter (ou providenciar) estrutura segura em sua residência, de modo a não permitir o acesso do gato à rua;
– Estar sujeito à análise das respostas deste formulário. O pedido de adoção pode ser aprovado ou declinado, e a resposta com a devida justificativa será enviada para o e-mail cadastrado.

A empreendedora disse, ainda, que, apesar de prezarem que o adotante já tenha tido contato com o animal, para que já tenham criado um vínculo, esse fator não é imposto. “O único requisito obrigatório é que o adotante tenha o lar telado. Se a pessoa não tiver a casa protegida, a gente aguarda a instalação das redes de proteção”, concluiu.

Depois do preenchimento, o relatório é enviado para os responsáveis pela cafeteria, que avaliam e aprovam, ou não, a adoção do felino.

Boas experiências

Quem passa pelo local despeja elogios à iniciativa da cafeteria temática. Luana Lopes, de 18 anos, foi uma das pessoas que frequentar o empreendimento para visitar os pets. Segundo a jovem, foi uma ótima experiência.

“O atendimento foi altruísta, as pessoas foram muito simpáticas e solicitas. A ideia é muito boa, pois é uma forma de se divertir e ajudar os gatinhos. Além disso, o lugar todo é uma terapia para a alma, com uma energia maravilhosa. Os pets são extremamente fofos e se você entra uma vez na salinha, não quer mais sair, pois eles prendem muito sua atenção. Pensei que fosse sair de lá com um gato na bolsa! Com certeza voltarei mais vezes e, quem sabe, adotarei um deles. Realmente foi uma boa experiência”.

Caso tenha interesse em visitar os pets, o Miau Café fica aberto entre 11h30 e 19h, fechando apenas no domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui