InícioCabo FrioCabo Frio lança Central Virtual de Atendimento ao Turista

Cabo Frio lança Central Virtual de Atendimento ao Turista

Visitante pode acessar o novo serviço através de QR codes espalhados em diversos pontos da cidade

Foi lançado nesta segunda-feira (14), em Cabo Frio, um novo canal destinado à turistas. Nomeado de “Central Virtual de Atendimento ao Turista”, para acessar o serviço, basta utilizar a câmera do smartphone para ler os QR codes espalhados pela cidade. Após leitura, o visitante será direcionado para um site turístico, onde poderá encontrar diversas informações sobre a cidade.


Os QR codes estão sendo distribuídos em formato de adesivo pela Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer de Cabo Frio. A distribuição está acontecendo no Terminal dos Transatlânticos, de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 16h. O material é destinado a hotéis, comércios, bares, restaurantes, entre outros locais de interesse turístico que estejam cadastrados junto aos órgãos competentes.

As informações turísticas sobre a cidade estão disponíveis no site da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, e também no aplicativo “Turismo Cabo Frio”, disponível para smartphones.

Para melhor acesso e navegabilidade, o site foi completamente reformulado, apresentando ao turista informações como atrativos naturais, culturais, esportes radicais e ecoturismo, além de estar disponível em quatro idiomas: inglês, alemão, português do Brasil e espanhol.

O site oferece sugestões de roteiros para turismo de lazer, religioso, gastronômico e, ainda, meios de hospedagem. Guias e agências de turismo também estão em destaque no espaço virtual, com informações relevantes para os internautas.

“A Central Virtual de Atendimento ao Turista é muito importante porque onde o turista estiver, ele pode ter acesso às informações sobre Cabo Frio. Disponibilizamos, também, informações, mapas e um “fale conosco” que funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Como estamos em um cenário de pandemia, nada melhor que o virtual para oferecer esse atendimento, sem a necessidade de polos presenciais. É uma alternativa econômica e segura”, disse Carlos Cunha, secretário de Turismo, Esporte e Lazer.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content