CABO FRIO/ Cláudio Castro formaliza curso de medicina da Uerj ao lado de vários políticos e autoridades

Na cerimônia desta sexta-feira (10), no Hospital Universitário Reitor Hesio Cordeiro, governador afirma que tem interesse em adquirir terreno que fica entre a Uerj e o HU e reativar o Hospital da Criança. Lançamento uniu políticos de diversas correntes

718

Aconteceu nesta sexta-feira (10) o lançamento do curso de medicina da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), como também dos cursos de Ciências Ambientais e Geografia, em Cabo Frio, oficializado pelo governador Cláudio Castro (PL). O tão aguardado curso da área de saúde terá vestibular no fim do ano e as aulas terão início em 2023. A solenidade aconteceu na frente do Hospital Universitário Reitor Hesio Cordeiro (HURHC), que será espaço de formação dos estudantes de medicina.

Acompanhando Castro na cerimônia, várias autoridades como os deputados Dr Serginho (PL), a deputada Soraya Santos (PL), Julio Lopes (Progressista), Max Lemos (PROS), o ex-reitor da Uerj e pré-candidato a deputado federal Ricardo Lodi (PT), o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, João Carrilho, o reitor em exercício da Uerj, Lincoln Tavares, o diretor-geral do HURHC, Francisco Barbosa, e a diretora da unidade, Beatriz Trindade.

“Tem gente aqui do PT, do PDT, PL, Progressistas, do PROS. Mas a palavra aqui é nós, é democracia, é parceria. Pela primeira vez em tantos anos o governo não contingenciou verba da universidade. A vida só vai melhorar pela educação. Não dá pra pensar em futuro sem ciência e tecnlogia. Já disse ao João Carrilho e a Dr Serginho que quero Faetec em tudo quanto é canto desse estado. Não quero centenas de cursos, mas sim aqueles vocacionados para cada região”, disse o governador do Rio.

Dr Serginho (PL), que intermediou juntamente com Lodi a vinda do campus para Cabo Frio, disse que é um sonho realizado.

“O jovem de Cabo Frio, de São Pedro da Aldeia e da região podem sonhar em fazer Hoje a gente realiza esse sonho. Governador, esse é o maior legado que seu governo deixa para a região; transcende qualquer posição ideológica. Nós vamos passar e a universidade ficará, assim como a faculdde de medicina e a assistência pública de saúde”, disse Dr Serginho.

Quem também discursou foi o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), que agradeceu ao governador.

“A gente tem que respeitar as posições e os políticos, acima de tudo a democracia. Já vivemos períodos obscuros nesse país. O governador demonstra que é um homem preocupado em levar melhorias a cada um dos cantinhos afastados da capital e Cabo Frio não é diferente. Cabo Frio quer ser parceiro”.

Ainda no discurso, Zé sugeriu a desapropriação de um terreno que fica entre o Hospital Universitário e a Ferlagos (onde será instalada a Uerj cabo-friense) e, ainda, a reativação do Hospital da Criança, fechado há cinco anos.

“Aceitamos a oferta do terreno, sim, e do hospital também. Quero dizer ainda que vamos reformar as UPAs de Tamoios e do Parque Burle também”, completou Castro, que foi bastante aplaudido.

Veja como foi a solenidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui