Início Boca Miúda BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA QUINTA-FEIRA...

BOCA MIÚDA: OS BASTIDORES DA POLÍTICA NA REGIÃO DOS LAGOS NESTA QUINTA-FEIRA (22)

Marcelo Magno e Renatinho disputam paternidade de liberação das obras da Prainha; O vaza jato de Magdala Furtado deu o que falar e Zé Bonifácio almoça com líder; A polêmica da 2ª dose da vacina; Vantoil e Rodolfo Pedrosa se encontram no Dia da Terra; Lorram ou Rafael Aguiar na chapa? A 'força' de Lívia de Chiquinho no legislativo; Parceria vai beneficiar São Pedro da Aldeia... e muito mais!

FILHO BONITO, MUITOS PAIS

“Estive com o governador e foi uma obra que eu pedi a ele até pela necessidade que o município tem junto a essa prioridade”. Foi assim que o prefeito de Arraial do Cabo, Marcelo Magno (SDD), se referiu a obra de contenção na Prainha, que começa a ser realizada nesta segunda-feira (26), pelo Governo do Estado, em um vídeo publicado na página oficial do município nesta quarta (21). Desde o anúncio do início da reforma, o cabista assiste a uma verdadeira guerra de versões sobre quem é o responsável pela obra, uma vez que o ex-prefeito de Arraial, Renatinho Vianna (REP), já reivindicou a autoria do pedido ao governador. Segundo Natinho, Marcelo Magno é um mentiroso. “Nós iniciamos as tratativas e o governador [Wilson Witzel (PSC), na época] entregou o projeto na minha mão lá na Vila Industrial, no Colégio 20 de Julho”, esclarece Renatinho.

FILHO BONITO, MUITOS PAIS II

Ainda sobre esse quiproquó, o ex-chefe do Executivo de Arraial do Cabo sustenta que a obra, prometida pelo governo estadual em 2019, não começou por embargos da Justiça. “É claro que existia gente lá dentro (do DER) que embarreirava. Gente do grupo dele [Marcelo Magno]”. Renatinho também argumenta que o imbróglio envolvendo o possível impeachment de Witzel pode ter contribuído para o adiamento da obra. “A gente entrou na Justiça depois de cobrar muito para resolver aquele problema da ameaça de ceder ali aquela curva da Prainha, depois daquela chuva. Essa obra é da Justiça, na minha opinião”, disse o ex-prefeito. Por outro lado, chefe de gabinete de MM, Bernardo Alcântara, refuta a teoria da conspiração: “Nunca fizemos nada para atrapalhar. Isso não é verdade. Marcelo não tem vaidades. Ele não se importa em dar continuidade as obras do governo passado, até porque a questão é urgente”, disse ele. Outro ponto que Bernardo fez questão de salientar: “O governo anterior não tinha credibilidade. Não sei se isso influenciou na hora de andar o projeto”. A bem da verdade, pouco importa de quem é o pai da bela criança. O que o povo quer saber é das coisas acontecendo. Nesse sentido, as narrativas tornam-se mero jogo de vaidades. Mas gente adora acompanhar essas intrigas todas…

A VAZA JATO DA VICE

O áudio de whatsapp acima circulou o dia inteiro nesta quinta-feira (22) e está dando o que falar em Cabo Frio. Nele, uma conversa da vice-prefeita Magdala Furtado (PODE) com interlocutor demonstraria sua insatisfação com a administração de Zé Bonifácio (PDT) por não conseguir nomear ninguém de seu grupo de campanha. “O que eu entendi era que, estando dentro do governo, a gente podia fazer mais pelos outros, por Tamoios. Vi que realmente existem muitas pessoas ali dentro que estão interessadas em outra coisa. Não no que eu estou (…) Não coloquei ninguém, tá tudo lá: as minhas investiduras estão todas em cima da minha mesa. Ninguém foi nomeado. Se estão dizendo pra você que eu estou nomeando, você me diz quem é. E prove que sou eu, que estou nomeando. Continua tudo do mesmo jeito, não mudou em nada (…) Mas, eu vejo que não tem como eu lutar sozinha, então eu preferir recuar. Não quero brigar, não entrei na política pra brigar. Eu entrei pra fazer a diferença”. Sondando nos bastidores da prefeitura, nossas fontes disseram a vice vem causando climão ao longo desses meses de mandato, chegando a destratar funcionários do administrativo. Disseram ainda que faltaria jogo de cintura dela para conquistar mais espaço. Quanto às nomeações, Magdala teria indicado dez secretários adjuntos e “dezenas de outros servidores”. Com relação à Zé, a Comunicação informou que não há crise ou rompimento entre os gestores citados. “O prefeito José Bonifácio ressalta ainda que Magdala tem liberdade para se manifestar sobre qualquer assunto”. Tentamos repercutir a situação com vice, mas ela disse que estava em reunião e não poderia atender no momento. Olha, ao que tudo indica a única vice que não trouxe problemas em Cabo Frio, foi só Ruth Shuindt com Marquinho Mendes. O resto só intriga.

ALMOÇO EM DIA DE PONTO FACULTATIVO

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), e o líder do governo na Câmara, Davi Souza (PDT), aproveitaram o dia de ponto facultativo no município por conta dos feriados de Tiradentes e de São Jorge para dar uma caminhada pela cidade e almoçar em um restaurante no bairro da Passagem. Durante a caminhada até o local nesta quinta-feira (22), inclusive, os dois pararam para conversarem com moradores que os abordaram, com direito até a Davi servindo de fotógrafo para o prefeito enquanto passavam pelo shopping Ipanema Hall. Durante a manhã, estava planejada uma caminhada em uma trilha, porém o evento foi cancelado. Sobre o almoço, o vereador disse que eles conversaram sobre bastante coisa, “jogaram papo fora”. Afinal, vale lembrar, os dois têm uma amizade que vai muito além do atual mandato, até por conta de Davi ser filiado do PDT há mais 10 anos. A afinação entre Bonifácio Davi é mesmo notável, tanto que não é nada incomum vê-los juntos pelas ruas cabo-frienses.

PLANTIO URBANO NO JARDIM

Esse dia 22 de abril, Dia da Terra, muita gente aproveitou a data não só para uma reflexão sobre a importância do planeta e da luta em defesa do meio ambiente, como também para fazer a sua parte: plantar uma muda que fosse. Em Cabo Frio, o secretário de Meio Ambiente, Joaquim Lopes, mobilizou alguns voluntários e fez plantios de árvores no entorno do hospital do Jardim Esperança.

CRITICOU PAUSA NA VACINAÇÃO

Quem também circulou pelas ruas de Cabo Frio foi o vereador Vinícius Corrêa (PP), porém, no caso, ele ficou na bronca por conta da paralisação nas vacinações nesta quinta-feira (22), de ponto facultativo. Em frente a um dos pontos de vacinação contra a COVID-19, Vinícius afirmou que, segundo dados da secretaria de Saúde, existem cerca de 17 mil doses disponíveis dos imunizantes para serem aplicadas na população e pediu uma “ação imediata do prefeito” para que, o mais rápido possível, as doses sejam aplicadas nas pessoas. O vereador reforçou, inclusive, que a vacina é a forma mais eficaz de combater a Pandemia. Vale lembrar que, mesmo com a antecipação dos feriados entre fim de março e começo desse mês, por determinação da Prefeitura, o ponto facultativo também será adotado nesta sexta (23), feriado estadual de dia de São Jorge. A cobrança do vereador é pertinente. Vinícius é um parlamentar sério. Não faz o estilo “biscoiteiro” nem de longe.

A POLÊMICA DE LIBERAR A 2ª DOSE E OS VACINÔMETROS

A aplicação das doses das vacinas contra o coronavírus nas cidades da Região dos Lagos tem sido, constantemente, alvo de polêmicas. Em março, o Ministério da Saúde liberou o uso de vacinas reservadas para a aplicação da 2ª dose, como forma de ampliar o número de vacinados no Brasil. Diversos municípios adotaram a medida e, agora, sofrem com a falta de imunizantes para o que precisam receber o reforço. Não é o caso de Cabo Frio e da maioria das cidades da Região dos Lagos, e os prefeitos têm recebido muitas críticas por causa disso. Porém, a postura desses prefeitos é validada 100% pela infectologista Apparecida Monteiro, que tem mais de 30 anos de experiência nessa área. Matéria publicada nesta quinta (22) aqui no Portal mostra essa polêmica e traz ainda os índices de vacinação nas cidades. Vale a pena conferir!

PREFEITO, EX-PREFEITO E O DIA DA TERRA

Quem também não perdeu tempo para dar uma força ao planeta foi o prefeito de Iguaba Grande, Vantoil Martins (CID). Nesta quinta (22), realizou o plantio de duas mudas, uma de ipê e uma de pau-brasil, na Praça Zé Trindade, no bairro Cidade Nova, em comemoração ao Dia Mundial da Terra. No local, estiveram presentes o ex-prefeito Rodolfo Pedrosa e seu filho, Rodolfo Pedrosa Filho, o Rodolfinho, coordenador Regional da Secretaria de Obras e Infraestrutura; o secretário de Meio Ambiente, Vinícius Lavalle, juntamente com o subsecretário Mauro Oliveira e o vereador Luciano Silva (CID). Na oportunidade, Vantoil prometeu ao ex-prefeito Rodolfo Pedrosa trazer de volta o símbolo padrão da cidade de Iguaba Grande. O símbolo, inclusive, foi desenvolvido e doado para o município pelo filho do ex-prefeito Rodrigo Meira. Na época, foi até criada uma lei tornando-o símbolo padrão da cidade. Acontece que o ex-prefeito Oscar Magalhães parou de usar e a ex-prefeita Grasiella Magalhães revogou a lei em 2013. Diante disso, Vantoil prometeu enviar para a Câmara, ainda este mês, um novo projeto tornando sem efeito a revogação de Grasiella, trazendo de volta o símbolo original sem qualquer alteração.

DEFINIÇÃO PENDENTE

A eleição para o próximo biênio da mesa diretora da Câmara de Búzios, marcada para a terça-feira (27) ainda tem uma indefinição: Lorram (PRTB) ou Rafael Aguiar (REP) vão compor chapa para concorrer? O acordo seria que, além de Gugu de Nair (DEM) e Josué Pereira (PRTB), entraria no páreo Lorram ou Rafael, atual presidente da Casa. Um café para sacramentar a decisão tinha sido marcado entre os dois ontem, quarta (21), mas Lorram ficou impossibilitado de ir por causa de um compromisso familiar e o encontro foi reagendado para esta quinta (22). Fiquem ligados que na próxima edição da coluna, nesta sexta (23), traremos mais detalhes.

MPF ACIONA PREFEITURA DE BÚZIOS E COMERCIANTES

O MPF quer a retirada imediata de estruturas instaladas irregularmente na faixa de areia, especialmente pelos estabelecimentos Pizza Pino e Mix Drink’s na Praia do Canto, em Búzios. A ação civil pública movida contra os dois restaurantes e seus proprietários também inclui como o réu o Município de Búzios, “por omissão no exercício do poder de polícia”. A ocupação irregular ocorre pelo menos desde agosto de 2019, quando uma vistoria do MPF constatou a existência de estruturas fixas como escadas, sacadas, varandas e rampas de acesso. Recentemente, ainda foi constatada a fixação de estruturas luminosas na faixa de areia e materiais presos às árvores. A instalação de estruturas na faixa se areia, sem autorização, configura ocupação irregular de bem de uso comum da União. Na vistoria realizada em 2019, os réus se comprometeram a sanar as irregularidades. Além da remoção imediata das estruturas, o MPF pede que os réus sejam condenados ao pagamento de multa indenizatória pelos danos ambientais no valor mínimo de R$ 150 mil, bem como à adoção de medidas mitigatórias e compensatórias.

FORÇA NO LEGISLATIVO

A prefeita de Araruama, Lívia Bello (PP), tem mostrado cada vez mais que conseguiu afinar a relação com o Legislativo do município. Na última sessão da Câmara, na terça-feira (20), dois projetos de autoria do Executivo foram aprovados em regime de urgência, por unanimidade pelos edis. As pautas se referiam ao projeto de segurança alimentar, que visa dar alimentos a população em situação de extrema vulnerabilidade social, e ao projeto de legalização fundiária, que foi assunto de uma reunião recente da prefeita com os secretários. Pelo visto, Lívia está com moral na casa, hein? Quanta diferença de tempo atrás…

PROCON CONSCIENTE

O Procon de São Pedro da Aldeia firmou uma parceria com a Associação Comercial, Turística, Industrial e Agrícola do município (Aciaspa) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para promover ações de conscientização entre membros, empresários, contadores e funcionários da autarquia. O alinhamento dos projetos foi feito nesta quinta-feira (22) em uma reunião com representantes dos órgãos. As ações devem seguir cronograma de palestras, seminários e debates com temas voltados para os esclarecimentos sobre as autuações do Procon na parte fiscalizadora, de requerimento de documentação, capacitação para manuseio de alimentos e regularização do exercício da atividade comercial. O coordenador-geral do Procon no município, Márcio Lisboa, afirma que uma das características do órgão é a organização desse tipo de ação, que envolve encontros, seminários e tudo que gere conscientização. A previsão é que novos encontros sejam realizados em breve para os ajustes iniciais e planejamento do que pode ser oferecido ao público-alvo.

SUPERARIO E O ‘GOGÓ’ DE CLÁUDIO CASTRO

O gogó de Cláudio Castro (PSC) não se resume apenas à saúde quando ele faz promessas que não consegue cumprir, mas também quando assunto é amparo aos mais vulneráveis. Recém aprovado na Alerj, o SuperaRio (auxílio emergencial de até R$ 300 para a população e linha de crédito de até R$ 50 mil para microempreendedores e autônomos) já foi sancionado pelo governador mas não se sabe por que cargas d’água o programa está parado. Quem garantiu que o programa está engessado foi a deputada estadual Mônica Francisco (PSOL), que é presidente da Comissão do Trabalho, Emprego, Renda e Seguridade Social da Alerj. “Seguimos cobrando o auxílio emergencial para o povo fluminense, já aprovado pela Alerj. O governador precisa, urgentemente, apresentar um calendário e iniciar o pagamento. O projeto do deputado André Ceciliano (PT) recebeu parecer favorável da Comissão do Trabalho, Emprego, Renda e Seguridade Social. A fome está latente no RJ e R$ 300 vai ajudar muito, principalmente, as mães de família negras, que mais sofrem com a crise”, disse a deputada ao Portal. Sem recurso e sem previsão. Na verdade, o governo parece que está prendendo para não dar o benefício já aprovado. É muita garganta pra pouco gogó. O que falta nesse caso, é mais gente como, por exemplo, a prefeita de Araruama, Lívia de Chiquinho (PP) que teve ‘peito’ e rasgou o verbo e falou umas boas verdades para esse governador que só promete, mas na hora de cumprir…

MORO É SUSPEITO

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria nesta quinta-feira (22), para confirmar a decisão que declarou a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro na condução do processo do tríplex de Guarujá, que resultou na prisão do ex-presidente Lula (PT). O tribunal entendeu que o reconhecimento da incompetência territorial da Justiça Federal do Paraná e a anulação das condenações do petista não invalidaram a discussão sobre a atuação de Moro no caso. Sobre os votos: o relator do caso, Edson Fachin, votou contra a suspeição de Moro. Gilmar Mendes, Nunes Marques e Alexandre de Moraes divergiram e deixaram em 3 x 1 o placar para manter a declaração de parcialidade do ex-juiz contra Lula. O ministro Roberto Barroso acompanhou o relator para arquivar a suspeição de Moro. O ministro Ricardo Lewandowski pediu para antecipar o voto e acompanhou a divergência. Dias Toffoli também seguiu a divergência de Gilmar Mendes, fazendo 5 X 2 pela declaração de parcialidade. A ministra Cármen Lúcia foi outra que votou para manter a suspeição de Moro. Com isso, formou maioria e o juiz foi declarado suspeito. Esse julgamento é a pá de cal que faltava na biografia de Sergio Moro. O ex-herói fica completamente desmoralizado. Deve derreter nas pretensões eleitorais. Ao passo que para Lula, a decisão fortalece a candidatura do petista em 2022. Mais do que nunca, garantiu vaga no segundo turno. Os outros que lutem.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content