InícioCultura“Arraiá Cultural” de São Pedro da Aldeia tem nova data

“Arraiá Cultural” de São Pedro da Aldeia tem nova data

Eventos, que fazem parte da festa junina da Secretaria de Cultura, foram adiados para o dia 29 de julho. Inscrições on-line para o concurso seguem abertas 

A programação virtual do “Arraiá Cultural”, festa junina promovida pela Secretaria Adjunta de Cultura de São Pedro da Aldeia, tem novas datas. O sorteio da cesta de quitutes, o resultado do concurso de trajes típicos e a live musical, que estavam marcados para acontecer no dia 1º de julho, próxima quinta-feira, foram adiados para o dia 29 de julho. O objetivo é ampliar o alcance da festividade que, este ano, devido à pandemia, vai acontecer de forma totalmente on-line, com transmissão ao vivo, a partir das 19h, na Fanpage da Cultura no Facebook. 

As inscrições para o concurso seguem abertas até o dia 27 de julho e a retirada dos cupons numerados para o sorteio, em troca de um alimento não perecível, ainda pode ser feita na Biblioteca Municipal. A diretora municipal de Cultura, Giselle Lima, aproveitou para renovar o convite à população. “O ‘Arraiá Cultural’ é uma forma de animar e entreter, no conforto do lar, e não deixar esse evento passar em branco, pois a pandemia atrapalhou as comemorações por causa da aglomeração. No entanto, podemos nos readaptar e participar através do concurso de trajes, da música e concorrendo à cesta de comidas típicas. Por isso, não deixe de participar e ajudar as famílias que serão alcançadas com as doações de alimentos”, disse. 

Sorteio solidário

Para participar do sorteio, basta comparecer à Biblioteca Municipal levando 1kg de alimento não perecível e, em troca, retirar um cupom numerado. A iniciativa tem como objetivo fortalecer a campanha “Cultura Contra a Fome”, em andamento no município, para arrecadação de alimentos para serem encaminhados aos artistas e agentes culturais que tiveram a sua renda familiar afetada pela pandemia. Além da Biblioteca, a Casa da Cultura também está recebendo as doações de alimentos. 

O ganhador do sorteio será premiado com uma cesta recheada de quitutes típicos, como canjica, pipoca, doce de amendoim e maçã de amor, entre outros itens. O resultado do sorteio acontecerá na noite do dia 29 de julho, via transmissão ao vivo pela página da Cultura no Facebook

Na Biblioteca, quem comparecer para retirar o cupom do sorteio também poderá fazer um registro no painel divertido do “Arraiá Cultural”, confeccionado especialmente para a festa pelas mãos dos artistas plásticos da Secretaria de Cultura, Flávio Rangel e Márcio Alexandre Simas. O local recebeu um espaço temático, com ornamentação típica. 

Concurso de trajes típicos

Preservando a tradição da festa junina, a programação festiva também enaltece os trajes típicos, que fazem alusão ao estilo de vida caipira. As inscrições para o concurso cultural seguem abertas, com faixa etária livre. Para participar, o candidato deve preencher um formulário de inscrição, disponível no site da Prefeitura, e enviar uma foto individual com seu traje junino. A recomendação é caprichar na criatividade. Vale vestido florido, camisa xadrez, calça com remendos, botas e chapéu de palha. 

As fotos poderão ser enviadas até o dia 27 de julho. Os trajes serão analisados por uma banca artística e técnica e as três melhores caracterizações serão premiadas conforme critérios de Criatividade, Tradição e Originalidade. O resultado também será divulgado na noite do dia 29, durante a live na Fanpage da Cultura. Os vencedores do concurso ganharão um troféu e um kit com delícias juninas.

Live musical 

A live musical vai marcar a tradição da festa junina nordestina, trazendo os clássicos do repertório do São João. O show será comandando pelo trio de músicos Jonathan Cunha (teclado), Leonardo Camacho (violão) e o convidado especial, Alexandre Júnior (vocal), que prometem agitar o público de casa. A transmissão ao vivo terá início às 19h, no dia 29 de julho, via página da Cultura no Facebook

Para a apresentação no “Arraiá Cultural”, os músicos prepararam sucessos do forró, do xote, do baião e do modão sertanejo. “Ainda que seja em formato à distância, a Secretaria de Cultura e a Escola de Artes não deixaram de dar a devida importância à essa tradição, que faz parte da cultura brasileira e das nossas raízes. Esperamos poder contribuir ao máximo oferecendo um show de qualidade, divertido e memorável para todos”, destacou Jonathan, que é instrutor de música da Escola de Artes, ao lado de Leonardo Camacho. 

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content