Após passar por obras, Casa da Flor é reinaugurada nesta sexta-feira (6), em São Pedro da Aldeia

Cerimônia de reabertura acontece a partir das 15h e conta com visita guiada à edificação histórica

422

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Cultura, promove nesta sexta-feira (6), às 15h, a cerimônia de reabertura da Casa da Flor. O monumento passou por obras de conservação e será reaberto aos visitantes.

O evento terá a presença de representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e autoridades municipais.

A programação contará com apresentações culturais e uma breve visita guiada à edificação histórica, conduzida por Valdevir dos Santos, sobrinho-neto de Gabriel Joaquim dos Santos, criador da Casa da Flor.

Sobre a Casa da Flor

A Casa da Flor é obra de arquitetura e escultura de seu Gabriel dos Santos, nascido em 1893, filho de ex-escravo e trabalhador nas salinas de São Pedro d’Aldeia. Montada durante décadas, pelo acúmulo de restos, no dizer do autor “coisinhas de nada” – búzios, conchas e outros depósitos da lagoa, detritos industriais, pedaços de azulejos e faróis de automóveis – a construção, ainda nas palavras de Gabriel, é uma “casa feita de caco transformado em flor”.

Aparentemente insólita e bizarra, essa fabricação onírica “eu sonho para fazer e faço” tem efeitos visuais tão lindos e inesperados quanto os muros do Park Güell, de Antonio Gaudi em Barcelona. Trata-se, sem dúvida, de um traço vital da vertente popular e traumatizada de nossa arte. Com seu sonho realizado, seu Gabriel viveu ali sob luz de lamparina, até 1986, quando faleceu aos 93 anos. Em 2001 a Casa da Flor foi restaurada.

O monumento fica na Estrada dos Passageiros, nº 232 — bairro Parque Estoril.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui