InícioRegião dos LagosCabo FrioAdvogado explica como recuperar dinheiro investido em empresas suspeitas de pirâmide

Advogado explica como recuperar dinheiro investido em empresas suspeitas de pirâmide

Dr. Fábio Rigueira orienta a clientes de empresas como GAS e Alphabets que Justiça é a solução e afirma que "quanto mais rápido você entrar, maiores as chances de sucesso"

Em meio ao quebra-quebra de empresas suspeitas de pirâmides em Cabo Frio, como a Alphabets e Investing Lagos, o que não falta é cliente com reações diversas: de revolta a apreensão e preocupação.

Neste domingo (12), investidores da Alphabets foram às ruas de Cabo Frio em uma carreata pedindo justiça contra o sócio da empresa, Rogério Cruz.

No inicio da noite, inclusive, chegaram a haver rumores de que uma mulher teria pulado de um penhasco na Praia do Forte por conta do suposto golpe. Acontece que, na verdade, ela sugeriu, sim, que suicidaria, mas foi socorrida pelos bombeiros. A causa, no entanto, é desconhecida.

Na semana passada, vídeos circularam na internet sugerindo crimes contra a vida de Rogério. Teve gente mostrando caneca do BOPE e apontando arma em tom de ameaça contra Rogério, vizinhos e familiares dele.

Mas a solução não é só movimentação popular, como também, entrar na Justiça, propriamente dita.

Já em relação a G.A.S. Consultoria Bitcoin, de acordo com reportagem do jornal Extra desta segunda (13), pelo menos, três pessoas que aplicaram recursos na empresa conseguiram na Justiça o bloqueio dos valores investidos. 

O escritório do advogado Fábio Rigueira, a Rigueira Advogados e Consultores Associados, recebeu cerca de 45 clientes de diferentes partes do Estado somente entre este domingo (12) e segunda (13) para reaver o investimento na empresa Alphabets, especlizada em apostas esportivas.

Dr. Fábio, consultor da InterTV, explicou ao Portal RC24h que o procedimento é acionar a empresa e seu sócio, no caso da Alphabets, Rogério Cruz, na Vara cível da comarca de cada pessoa prejudicada.

“O pedido versa sobre a devolução do valor investido através de um cautelar de arresto, cumulado com pedido de danos morais, pedido acessório que será julgado posteriormente”, explicou o advogado.

Para Rigueira, por causa da ausência de pagamento e encerramento das atividades da empresa Alphabets, sem previsão de devolução dos valores, existe uma probabilidade muito grande de deferimento de arresto nas contas dos reus, “o que já aliviaria muito o prejuízo de cada um”.

Em ação similar a essa, uma liminar da 6ª Vara Cível de Volta Redonda nesta sexta (10) determinou o arresto de R$95 mil nas contas da Alphabets e de Rogério.

Quanto antes, melhor

Dinheiro apreendido pela Polícia Federal na casa de Glaidson no ato da prisão dele, no fim de agosto

O advogado consultado pela reportagem também recebeu clientes da G.A.S. Consultoria Bitcoin.

Apesar dos clientes continuarem recebendo normalmente, Glaidson Acácio dos Santos, proprietário da empresa, está preso desde o mês passado suspeito de chefiar um esquema de fraude bilionário.

Tendo isso em vista, tem investidores que estão preocupadas e preferem encerrar seus contratos antes de correr o risco de ficar sem pagamento.

A prisão dele, segundo Dr. Fábio, inclusive, pode ser considerada um rompimento contratual por parte da empresa.

O advogado explica que a ação tem maiores chances de ser bem-sucedida caso seja protocolada o mais cedo possível, “pois existe o risco de de dilapidação do patrimônio da empresa e dos sócios”.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content