InícioPolíciaTraficantes impedem serviço de operadora de internet em bairro de Rio das...

Traficantes impedem serviço de operadora de internet em bairro de Rio das Ostras

Segundo a PM, o tráfico está adotando as mesmas técnicas da milícia para ganhar dinheiro, obtendo o controle das assinaturas da população.

Um médico psiquiatra morador do bairro Nova Cidade, em Rio das Ostras, está denunciando um problema sério que envolve a segurança pública e a empresa de internet Sumicity. O médico, que prefere não ser identificado, afirma que não consegue atender seus pacientes de forma remota, por causa da a falha de sinal por parte da empresa, que estaria proibida por traficantes de acessar a localidade.

Segundo ele e dezenas de outros moradores, traficantes estariam impedindo a empresa de executar serviços de manutenção na rede das localidades de Nova Cidade e Gelson Apicelo.

“Sou médico psiquiatra e um dos poucos na cidade. No momento atual que vivemos a integridade de minha conexão é vital. Tenho minhas consultas online, atendo emergências, preciso fazer lives e aulas. Tudo isso necessita de conexão com a internet. É um absurdo que esteja acontecendo isso”, desabafou o médico.

O profissional da saúde relata que entrou em contato com o suporte da Sumicity por quatro vezes e sempre é informado que o serviço está temporariamente interrompido por falta de segurança pública.

O portal RC24H entrou em contato com a 3ª CIA da Polícia Militar em Rio das Ostras que informou que a PM está ciente da ação de criminosos no bairro Nova Cidade. Agentes da corporação comentaram ainda que tem recebido inúmeras reclamações de moradores relatando que a Sumicity estaria proibida de entrar no bairro. A PM informou ainda que tem equipes realizando patrulhamentos ostensivos para evitar ação de criminosos na localidade.

A Polícia Civil também já foi acionada, pois segundo a PM, o tráfico está adotando as mesmas técnicas da milícia para ganhar dinheiro, obtendo o controle das assinaturas da população. A Civil está investigando o caso.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content