InícioRegião dos LagosCabo FrioTamoios, em Cabo Frio, vai receber cerca de R$167 milhões em saneamento...

Tamoios, em Cabo Frio, vai receber cerca de R$167 milhões em saneamento básico

Obras irão aumentar a oferta de água tratada, garantir a implantação de redes separativas de esgoto e a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto

Com natureza rica em biodiversidade e praias banhadas pelos rios Una e São João, e também pelo mar, o distrito de Tamoios recebe turistas o ano inteiro. Para ajudar impulsionar o turismo e melhorar ainda mais a qualidade de vida da população local, a Prolagos, uma empresa da Aegea Saneamento, vai investir aproximadamente R$167 milhões em saneamento básico nos próximos cinco anos. As obras irão aumentar a oferta de água tratada para a localidade, garantir a implantação de redes separativas de esgoto e a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto.

No projeto está prevista a implantação de 102,7 km de rede separativa em Aquarius, Gargoá, Samburá, Santa Margarida e Unamar, além de 14 estações elevatórias e 10,9 km de linha de recalque. A obra garantirá que metade da população tamoiense seja atendida pela rede coletora até 2026. A Prolagos também irá construir uma Estação de Tratamento de Esgoto no distrito, com capacidade de tratar 230 litros por segundo. “Este é um importante passo para o desenvolvimento de Tamoios. Investir em saneamento é contribuir para a proteção do meio ambiente, valorização do turismo, geração de emprego e renda, além de garantir o principal: saúde para os moradores” – pontua Pedro Freitas, diretor-presidente da concessionária.

A proposta ainda prevê a expansão da oferta de água tratada, com a ampliação da rede de abastecimento em oito bairros: Florestinha I e II, Unamar, Santa Margarida I e II, Vila Porto Real e Vila Imperial. A expectativa é que sejam realizadas mais de 1.300 novas ligações, levando água de qualidade para mais de 4 mil pessoas. O Plano de Investimentos também irá contemplar os municípios de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia e o Primeiro Distrito de Cabo Frio, empregando aproximadamente R$ 1 bilhão nos sistemas de tratamento e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto. O projeto já foi apresentado ao Consórcio Intermunicipal Lagos São João e será enviado à agência reguladora (Agenersa) para aprovação final.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content