Início São Pedro da Aldeia São Pedro inicia recuperação da usina municipal de asfalto

São Pedro inicia recuperação da usina municipal de asfalto

Reativação da fábrica irá promover agilidade no calçamento das vias públicas

A gestão municipal de São Pedro da Aldeia deu início ao plano de resgate das ruas da cidade. Além da priorização de obras de esgotamento sanitário já em andamento, a prefeitura começou a recuperação da usina municipal de asfalto a frio, localizada no bairro Balneário. As intervenções para colocar a fábrica em pleno funcionamento começaram nesta semana. A previsão é que a conclusão das obras aconteça em cerca de 50 dias. O local, desativado por longo período, tem capacidade de produzir 40 a 60t/h de asfalto. 

O prefeito, Fábio do Pastel (PODE), reforçou o envolvimento da gestão pública para dar celeridade ao calçamento das vias municipais, atendendo à antiga demanda popular. “Estou, desde os primeiros dias de governo, buscando soluções para a reativação da usina. Firmei parcerias e participei das visitas técnicas ao local, para poder dar andamento ao plano de recuperação das nossas ruas. Com o convênio que firmamos com o Departamento de Estradas e Rodagem (DER-RJ), uma vez que a fábrica estiver funcionando, teremos o material para começar o calçamento das ruas e realizar operações tapa-buraco pelo município”, disse. 

O secretário de Serviços Públicos, Raimundo Teixeira, avaliou que a retomada dos serviços deve acontecer em menos de dois meses. “Estimamos que a conclusão da reforma aconteça em até 50 dias, já estando apta para funcionamento pleno. Nossas equipes estão trabalhando na recuperação e manutenção dos equipamentos, que ficaram expostos ao tempo, por longo período”, relatou.

O engenheiro civil e secretário adjunto da pasta, Paulo Vinicius, destacou que a fábrica, que possui alto valor para o município, estava em avançado estado de deterioração. “Estamos atuando na recuperação de todas as partes deterioradas devido ao longo período em que ficaram abandonadas. É um bem público que, em seu pleno funcionamento, possui um valor de aproximadamente 350 mil reais e tem a capacidade de produção de 40 a 60t/h”, pontuou.

A parceria firmada com o DER-RJ, por meio do convênio assinado pelo prefeito e o presidente do órgão, irá fornecer o material necessário para fabricação de asfalto PMF (Pré-Misturado a Frio). A iniciativa tem como objetivo atender às demandas da população de calçamento das diversas vias municipais, e ainda, o reparo de buracos em ruas que já se encontram asfaltadas.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content