InícioDestaqueRio de Janeiro criou quase 19 mil novos empregos formais em outubro,...

Rio de Janeiro criou quase 19 mil novos empregos formais em outubro, resultado 7,2% maior que o do mês anterior

Mais de 140 mil novos postos de trabalho foram criados no estado nos dez primeiros meses de 2023

O Estado do Rio gerou, de janeiro a outubro de 2023, 141.981 novos postos de trabalho com carteira assinada. Apenas em outubro, foram criadas 18.803 novas vagas – número 7,2% maior que o do mês anterior – consolidando o Rio de Janeiro, no ranking nacional de geração de empregos formais, entre os três estados que mais empregam no país. Esses dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta terça-feira, (28/11), pelo Ministério do Trabalho e Emprego. 

– A geração de empregos é um dos mais importantes indicadores do desempenho econômico. Com a retomada da economia fluminense, conseguimos não apenas repor vagas perdidas como também ampliamos, mês a mês, a oferta de empregos em todo o estado, conforme constatam os dados do Novo Caged. Avançamos, agora, com iniciativas que permitam a ampliação de programas de capacitação e qualificação para o trabalhador fluminense – afirmou o governador Cláudio Castro. 

A análise do Novo Caged, realizada pelo Observatório do Trabalho da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda, apontou que as oito regiões do Estado do Rio de Janeiro apresentaram saldos positivos no mês de outubro, com destaque para a Metropolitana e o Médio Paraíba. Os municípios que mais se destacaram na criação de vagas de trabalho foram o Rio de Janeiro (10.733), Macaé (1.028), Duque de Caxias (998), Itaboraí (491) e Paraíba do Sul, que registrou 385 novos empregos. 

Nos dez primeiros meses do ano, o município do Rio de Janeiro também teve o melhor saldo, com 60.026 novos postos de trabalho, seguido por Magé (8.656), Macaé (8.642), Campos dos Goytacazes (4.895) e Duque de Caxias, que gerou 4.342 empregos.  

– O resultado do Caged mostra que estamos no caminho certo quando priorizamos parcerias e projetos que permitam oferecer capacitação e qualificação a todos os trabalhadores fluminenses, de forma a aumentar, cada vez mais, os índices de empregabilidade no nosso Estado do Rio – ressaltou o secretário estadual de Trabalho e Renda, Arthur Monteiro. 

Ainda de acordo com o Observatório do Trabalho, dos cinco setores de atividade econômica, quatro apresentaram saldo positivo de vagas em outubro: Serviços (10.265), Comércio (3.935), Indústria (2.874) e Construção (2.328). No indicador por faixa etária e escolaridade, os jovens de 18 a 24 anos e aqueles com Ensino Médio completo são os preferidos para a contratação fluminense, com saldos de 9.473 e 15.100, respectivamente.

Aspirante a jornalista. Mineiro morador de Cabo Frio, apaixonado por telejornalismo e pelo interior do Rio. Entre idas e vindas, jovem aprendiz no Portal RC24h desde 2020

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo