Rio das Ostras segue vacinando crianças contra a Covid-19

Cidade segue com repescagem de 1ª, 2ª e 3ª doses para todos os públicos

217

Rio das Ostras segue avançando na vacinação contra a Covid-19 em crianças e também continua ofertando 1ª e 2ª doses para os maiores de 12 anos e de 3ª dose para os maiores de 18 anos.

A secretaria de Saúde divulgou o calendário vacinal de 7 a 11 de fevereiro, quando serão imunizadas as crianças de 9 a 5 anos SEM comorbidades.

Para a vacinação pediátrica, os polos vacinadores são Casa da Criança, em Cidade Praiana e a Universidade Federal Fluminense – UFF, no Jardim Bela Vista.

Para os adultos e adolescentes até 12 anos, os polos são o Iate Clube, na Boca da Barra, e o Posto de Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Âncora.

O funcionamento de todos os polos é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

A vacinação é de extrema importância para garantir a proteção das crianças. Afinal, os mais novos também podem desenvolver quadros graves da doença e, até, ir a óbito por complicações geradas pela Covid-19.

Além disso, justamente por ainda não estarem imunizadas, as crianças são as mais suscetíveis a se contaminar com a nova variante Ômicron.

Por isso, quanto maior o número de imunizados, menor a chance de o vírus continuar se espalhando e de novas variantes surgirem.

VACINAS PÚBLICO INFANTIL- As vacinas contra a Covid-19 liberadas para o público infantil são a Wyeth/Pfizer e a Coronavac/Butantan.

A Coronavac é uma vacina de vírus inativado, uma tecnologia antiga, similar às utilizadas no imunizante da gripe, em que o vírus é apresentado “morto” ao organismo e, portanto, incapaz de causar doença.

A faixa etária permissível para o imunizante é de 11 a 6 anos, desde que não imunossuprimidas. Duas doses devem ser aplicadas, com intervalo de 28 dias entre elas.

Já a vacina Pfizer Infantil é produzida com uma tecnologia mais moderna, sendo utilizada na vacinação das pessoas maiores de 12 anos.

O imunizante apresenta RNA mensageiro, uma molécula sintética que se degrada rapidamente no organismo e é incapaz de causar doenças.

O que diferencia a Pfizer infantil da Pfizer adulto é a composição e a dose, que é menor, pois o sistema imune das crianças se mostrou eficiente para produzir anticorpos mesmo com uma dose menor.

A cor da tampa do frasco da vacina infantil é laranja e, mesmo que pareça só uma mudança simples, ela é importante para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação e também pelos responsáveis que vão acompanhar essas crianças.

A faixa etária permissível ao uso da Pfizer Infantil em crianças é de 11 a 5 anos, incluindo os imunossuprimidos. Seu esquema é de 2 doses, com intervalo de 8 semanas entre elas.

Vale ressaltar que as crianças de 5 anos de idade ou imunossuprimidas só podem receber a vacina da Pfizer, conforme liberação da Anvisa.

O município, considerando o número de doses recebidas, disponibilizará ambas as vacinas diariamente, respeitando a idade e a situação clínica permissível de cada uma, para a imunização das crianças.

Além da vacinação para o público infantil, a Cidade segue ofertando vacinação de 1ª e 2ª dose para os maiores de 12 anos e de 3ª dose para os maiores de 18 anos, nos Polos Iate Clube, em Boca da Barra e Estratégia de Saúde da Família do Âncora.

O objetivo do Município é avançar na administração da terceira dose para alcançar uma população totalmente imunizada.

A terceira dose é capaz de proteger as pessoas de quadros mais graves da doença causados pelas cepas já conhecidas e também pela Ômicron.

É importante que as pessoas que já tomaram a segunda dose há quatro meses ou mais, completem a vacinação com a terceira dose.

CORONAVAC E JANSSEN- Pessoas que aguardam pela segunda dose das vacinas Coronavac e Janssen devem procurar o Polo Iate Clube. Às terças-feiras, são disponibilizadas doses de Coronavac e às quintas-feiras, o imunizante da Janssen é ofertado.

CALENDÁRIO SEMANAL DE VACINAÇÃO COVID-19 PEDIÁTRICA

Segunda-feira, 07/02/2022 – 8h às 16h – nos Polos Casa da Criança, em Cidade Praiana e UFF Rio das Ostras, no Jardim Bela Vista

1ª dose – Crianças SEM Comorbidades – 9 anos

*Disponível Pfizer Pediátrica e Coronavac

Terça-feira, 08/02/2022 – 8h às 16h –nos Polos Casa da Criança, em Cidade Praiana e UFF Rio das Ostras, no Jardim Bela Vista

1ª dose – Crianças SEM Comorbidades – 8 anos

*Disponível Pfizer Pediátrica e Coronavac

Quarta-feira, 09/02/2022 – 8h às 16h – nos Polos Casa da Criança, em Cidade Praiana e UFF Rio das Ostras, no Jardim Bela Vista

1ª dose – Crianças SEM Comorbidades – 7 anos

*Disponível Pfizer Pediátrica e Coronavac

Quinta-feira, 10/02/2022 – 8h às 16h –nos Polos,Casa da Criança, em Cidade Praiana e UFF Rio das Ostras, Jardim Bela Vista

1ª dose – Crianças SEM Comorbidades – 6 anos

*Disponível Pfizer Pediátrica e Coronavac

Sexta-feira, 11/02/2022 – 8h às 16h –nos Polos Casa da Criança, em Cidade Praiana e UFF Rio das Ostras, Jardim Bela Vista

1ª dose – Crianças sem Comorbidades – 5 anos

*Disponível Pfizer Pediátrica

DOCUMENTOS – Para receber a vacina será necessário apresentar os seguintes documentos: Certidão de Nascimento ou identidade, CPF ou Cartão do SUS, comprovante de residência, caderneta de vacinação da criança (é preciso considerar a necessidade de avaliação técnica sobre o intervalo recomendado entre a vacina Covid-19 e as demais vacinas do Calendário Nacional de Imunização, de 15 dias).

PRESENÇA DO RESPONSÁVEL – Conforme orientação em Nota Técnica, os pais ou responsáveis legais devem estar presentes no ato da vacinação. Em caso de ausência destes, um adulto poderá acompanhar a criança portando a autorização de consentimento por escrito (modelo de declaração disponível nos Polos de Vacinação Pediátrica). Não será necessária receita médica para vacinar a criança.

ORIENTAÇÕES- Todas as crianças que pegaram Covid-19 devem ser vacinadas, já que a duração da proteção natural gerada pela própria doença é desconhecida, existindo a possibilidade de reinfecção e o desenvolvimento de casos graves da doença. Caso a criança esteja com o quadro positivo para a doença, a vacina só deve ser aplicada após o completo restabelecimento da saúde e, no mínimo, quatro semanas após o início dos sintomas da Covid-19.

CALENDÁRIO SEMANAL DE VACINAÇÃO COVID-19

Segunda-feira, 07/02/2022 – 8h às 16h – nos Polos Iate Clube, em Boca da Barra e ESF Âncora

3ª dose (Reforço) – Pessoas que receberam a 2ª dose até 07/10/2021

Terça-feira, 08/02/2022 – 8h às 16h – nos Polos Iate Clube, em Boca da Barra e ESF Âncora.

3ª dose (Reforço) – Pessoas que receberam a 2ª dose até 08/10/2021

*Disponível Coronavac para repescagem de segunda dose, no Polo Iate Clube.

Quarta-feira, 09/02/2022 – 8h às 16h –nos Polos Iate Clube, em Boca da Barra e ESF Âncora

3ª dose (Reforço) – Pessoas que receberam a 2ª dose até 09/10/2021

Quinta-feira, 10/02/2022 – 8h às 16h –nos Polos Iate Clube, em Boca da Barra e ESF Âncora

3ª dose (Reforço) – Pessoas que receberam a 2ª dose até 10/10/2021

*Disponível Janssen para repescagem de segunda dose, no Polo Iate Clube.

INTERVALOS – Atenção aos intervalos recomendados para receber a segunda dose (maiores de 12 anos): vacinados com Pfizer – 21 dias após a primeira dose; vacinados com Astrazeneca – oito semanas após a primeira dose; vacinados com Coronavac – 28 dias após a primeira dose; vacinados com Janssen – 2 meses após a Dose Única.

Para receber a terceira dose (maiores de 18 anos), os intervalos são os seguintes: população vacinada com Astrazeneca, Coronavac ou Pfizer: 4 meses após a segunda dose; Imunossuprimidos: 28 dias após a segunda dose; gestantes e puérperas: 5 meses após a segunda dose.

QUARTA DOSE – Importante destacar que as pessoas com imunossupressão podem receber a 4ª dose após o intervalo de quatro meses da 3ª dose. Entende-se por pessoas com imunossupressão (imunocomprometidos) aqueles que possuem as seguintes condições:

I – Imunodeficiência primária grave;

II – Quimioterapia para câncer;

III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco, hematopoiéticas (TCTH), uso de drogas imunossupressoras;

IV – Pessoas vivendo com HIV/AIDS;

V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;

VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune;

VII – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;

VIII – Pacientes em hemodiálise;

IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

 Repescagem diária com vacinas disponíveis

1ª dose – Para a população maior de 12 anos

2ª dose – Para a população maior de 12 anos com os intervalos recomendados

3ª dose – Para a população maior de 18 anos, com os intervalos recomendados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui