InícioCabo FrioQuatro Escolas Municipais de Cabo frio são fechadas por casos suspeitos de...

Quatro Escolas Municipais de Cabo frio são fechadas por casos suspeitos de Covid-19

Quatro escolas de Cabo Frio foram fechadas por casos suspeitos de Covid-19 entre os funcionários. Uma delas, a Escola Municipal Alitta do Vale, que fica em Unamar, no Segundo Distrito, já foi reaberta após cumprimento de todos os protocolos de segurança.

Outras três unidades escolares continuam fechadas por medidas de prevenção:

– Escola Municipal Domingos Gouveia (Portinho)

– Creche Municipal Dalcy Barroso Pillar (Praia do Siqueira)

– Escola Municipal Professora Marília Plaisant (Jardim Esperança)

Cabe ressaltar que todas as unidades escolares de Cabo Frio estão funcionando apenas com serviços internos, e que o atendimento ao público está sendo feito de forma reduzida, somente às terças e quintas, das 8h às 13h.

Retorno das aulas presenciais ainda não tem data definida

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), fez uma reunião para tratar da retomada das aulas presenciais, através de videoconferência realizada no último sábado (6). Por ora, a retomada das aulas presenciais em Cabo Frio não tem uma data definida e o assunto continuará sendo debatido.

Em entrevista exclusiva ao Portal RC24h, Zé disse que ainda não tem uma opinião formada, e que esse foi um dos motivos da realização desse encontro virtual. Ele contou que está se aprofundando na legislação em vigor sobre o processo de volta às aulas presenciais e buscando outros posicionamentos também. 

Além do chefe do executivo, participaram do encontro a vice-prefeita, Magdala Furtado (PODE), os secretários de Educação, Flávio Guimarães; de Saúde, Felipe Fernandes; e de Turismo, Esporte e Lazer, Flávio Rosa.

Representantes do Sindicato dos Profissionais de Educação (Sepe Lagos) – que são contra o retorno; das escolas particulares – que são a favor; além de uma médica pediatra, Dra Carla Goulart, e um dos diretores do Hospital Santa Izabel também foram ouvidos durante o encontro. Da Câmara Municipal, os vereadores Davi Souza (PDT), líder do governo na Câmara – que é contrário a retomada presencial, além de Vanderson Bento (PTB) e Léo Mendes (DC) também participaram da discussão, estes últimos, defensores da normalização das atividades escolares.

 

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content