Projeto Botinho teve início nesta segunda-feira (17) em São Pedro da Aldeia

Crianças de 7 a 17 anos participam, nos próximos oito dias, das dinâmicas preparadas para os pelotões Golfinho, Moby Dick e Tubarão

491

Músicas criativas para incentivar a prática de exercícios, muita água e protetor solar marcaram o primeiro dia do Projeto Botinho nesta segunda-feira (17), na praia do Centro de São Pedro da Aldeia. Crianças de 7 a 17 anos participam, nos próximos oito dias, das dinâmicas preparadas para os pelotões Golfinho, Moby Dick e Tubarão. A formatura e premiação dos participantes está marcada para o dia 28 de janeiro. A iniciativa do Corpo de Bombeiros recebe o apoio da Prefeitura.

A parceria foi firmada em reunião no gabinete do prefeito na última semana. Em diálogo com os representantes da Coordenação de Núcleos do Projeto Botinho do Destacamento dos Bombeiros de São Pedro da Aldeia, 1º Sargento Marcus Dothavio e a Subtenente Diana Lopes, o prefeito Fábio do Pastel garantiu o apoio à iniciativa com transporte para os alunos e monitores. O projeto conta, ainda, com suporte da Defesa Civil Municipal. 


As crianças receberão instruções sobre segurança na praia, noções de oceanografia e salvamento, teste de aquacidade, lições a respeito do meio ambiente e animais marinhos. Para isso, o cronograma prevê atividades em Cabo Frio, Arraial do Cabo e Iguaba Grande, além das atividades nas praias do município aldeense. 

Suziane Ribeiro contou que o filho, Gabriel, participa todos os anos do projeto. “Ele começou no golfinho, passou pelo Moby Dick e agora está no tubarão. Esse projeto é maravilhoso. Meu filho já fica na expectativa para participar quando vai chegando dezembro. Ele nunca mais esqueceu onde tem buraco no mar, onde tem vala. E nós, mães, também participamos do projeto dando um suporte, o que é maravilhoso”, elogiou. 

Mãe do Heitor (13) e do Bernardo (10), Ana Paula Viana destacou a importância do projeto para o reforço da disciplina e autonomia das crianças. “Eles precisam ter uma concentração no monitor, aprendem ordem, sentido, respeito. As crianças hoje em dia também estão muito internautas. O projeto tira um pouco desse mundo de jogos, de internet. Atividade ao ar livre é a melhor coisa que tem”, disse. 

O município foi contemplado com 80 vagas para crianças e adolescentes de 7 a 17 anos. As inscrições foram feitas diretamente com o Corpo de Bombeiros, responsável pelo projeto. Cada faixa etária é dividida em um dos três pelotões: Golfinho (7 a 10 anos), Moby Dick (11 a 14 anos) e Tubarão (14 a 17 anos). 

Sobre o Projeto

O Projeto Botinho acontece desde 1963, é gratuito e tem por objetivo promover a interação social entre os participantes. As atividades serão realizadas nas praias do Centro e do Sudoeste em São Pedro da Aldeia; das Conchas em Cabo Frio; do Pontal em Arraial do Cabo; e do Centro e na Apierj em Iguaba Grande.

Músicas criativas para incentivar a prática de exercícios, muita água e protetor solar marcaram o primeiro dia do Projeto Botinho nesta segunda-feira (17), na praia do Centro de São Pedro da Aldeia. Crianças de 7 a 17 anos participam, nos próximos oito dias, das dinâmicas preparadas para os pelotões Golfinho, Moby Dick e Tubarão. A formatura e premiação dos participantes está marcada para o dia 28 de janeiro. A iniciativa do Corpo de Bombeiros recebe o apoio da Prefeitura.

A parceria foi firmada em reunião no gabinete do prefeito na última semana. Em diálogo com os representantes da Coordenação de Núcleos do Projeto Botinho do Destacamento dos Bombeiros de São Pedro da Aldeia, 1º Sargento Marcus Dothavio e a Subtenente Diana Lopes, o prefeito Fábio do Pastel garantiu o apoio à iniciativa com transporte para os alunos e monitores. O projeto conta, ainda, com suporte da Defesa Civil Municipal. 


As crianças receberão instruções sobre segurança na praia, noções de oceanografia e salvamento, teste de aquacidade, lições a respeito do meio ambiente e animais marinhos. Para isso, o cronograma prevê atividades em Cabo Frio, Arraial do Cabo e Iguaba Grande, além das atividades nas praias do município aldeense. 

Suziane Ribeiro contou que o filho, Gabriel, participa todos os anos do projeto. “Ele começou no golfinho, passou pelo Moby Dick e agora está no tubarão. Esse projeto é maravilhoso. Meu filho já fica na expectativa para participar quando vai chegando dezembro. Ele nunca mais esqueceu onde tem buraco no mar, onde tem vala. E nós, mães, também participamos do projeto dando um suporte, o que é maravilhoso”, elogiou. 

Mãe do Heitor (13) e do Bernardo (10), Ana Paula Viana destacou a importância do projeto para o reforço da disciplina e autonomia das crianças. “Eles precisam ter uma concentração no monitor, aprendem ordem, sentido, respeito. As crianças hoje em dia também estão muito internautas. O projeto tira um pouco desse mundo de jogos, de internet. Atividade ao ar livre é a melhor coisa que tem”, disse. 

O município foi contemplado com 80 vagas para crianças e adolescentes de 7 a 17 anos. As inscrições foram feitas diretamente com o Corpo de Bombeiros, responsável pelo projeto. Cada faixa etária é dividida em um dos três pelotões: Golfinho (7 a 10 anos), Moby Dick (11 a 14 anos) e Tubarão (14 a 17 anos). 

Sobre o Projeto

O Projeto Botinho acontece desde 1963, é gratuito e tem por objetivo promover a interação social entre os participantes. As atividades serão realizadas nas praias do Centro e do Sudoeste em São Pedro da Aldeia; das Conchas em Cabo Frio; do Pontal em Arraial do Cabo; e do Centro e na Apierj em Iguaba Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui