InícioRegião dos LagosCabo FrioPrefeitura de Cabo Frio lança projeto de Coleta Seletiva Porta a Porta

Prefeitura de Cabo Frio lança projeto de Coleta Seletiva Porta a Porta

Fase inicial vai atender bairros Ville Blanche e Itajuru; moradores também podem entregar material no ponto de entrega voluntária

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), lançou nesta sexta-feira (27), na Praça Porto Rocha, o projeto Coleta Seletiva Porta a Porta.

Inicialmente serão atendidos os bairros Itajuru e Ville Blanche, com o recolhimento de materiais recicláveis na porta das residências e comércios.

Pela manhã, o prefeito ainda abriu oficialmente o Ponto de Entrega Voluntária (PEV), que leva o nome de José Vinícius Barbosa, o “Jojoca”, primeiro coletor da cidade.

A população de toda a cidade poderá entregar materiais nesse ponto, que fica localizado ao lado do Horto Municipal, na Avenida Henrique Terra, s/n, Portinho. 

O recolhimento porta a porta acontecerá duas vezes por semana na área delimitada, e será feito por agentes em bicicletas identificadas, às terças e quintas, das 14h às 16h.

Neste primeiro momento a coleta atenderá residências unifamiliares, condomínios horizontais e verticais, e estabelecimentos comerciais.

As bicicletas, batizadas como “recicletas”, foram doadas pela ONG Guardiões do Mar, que desenvolve projeto similar em Duque de Caxias. 

Bonifácio destacou o impacto positivo no meio ambiente, gerado pela coleta seletiva, e falou sobre a ampliação do projeto, em breve. 

“Essa é uma iniciativa que trará benefícios não só para Cabo Frio. A reciclagem dos materiais traz melhorias para todo o meio ambiente. Para o bom andamento e funcionamento desse projeto, contamos com a participação dos moradores de Cabo Frio. Em breve, vamos ampliar essa coleta, levando para demais bairros e para o distrito de Tamoios”, disse o prefeito.

Na Coleta Seletiva Porta a Porta podem ser descartados materiais plásticos tipo PET, PEAD, PP e PVC, embalagens e sacolas plásticas, jornais, revistas, papelão, latas, tampinhas de garrafas, embalagens de metais, garrafas e frascos de vidro. Não são permitidos resíduos orgânicos e não-recicláveis.

No Ponto de Entrega Voluntária (PEV), os moradores podem depositar materiais como pilhas, baterias, lâmpadas, óleo de cozinha, entre outros. O funcionamento do ponto será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados das 8h às 14h. 

“Durante a coleta, além do servidor que receberá os materiais porta a porta, um agente explicará como funciona todo o projeto. O morador ou comerciante receberá um selo que será colado no imóvel, com o nome ‘Eu sou amigo do Meio Ambiente’, sinalizando que aquele local colabora com a coleta seletiva na cidade”, disse o presidente da Comsercaf, Heitor Fonseca. 

O lançamento do projeto foi prestigiado pelo diretor financeiro da Alerj, Janio Mendes, o vereador Felipe Monteiro (PDT), o presidente da Comsercaf, Heitor Fonseca, os secretários de Turismo, Esporte e Lazer, Carlos Cunha, de Governo, Davi Souza, e o secretário adjunto de Planejamento e Estratégias das Relações Institucionais, Mirinho Braga.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content