InícioRegião dos LagosArmação dos BúziosPrefeito de Búzios faz pronunciamento sobre decisão do TSE em afastá-lo do...

Prefeito de Búzios faz pronunciamento sobre decisão do TSE em afastá-lo do cargo

Alexandre Martins (REP) e seu vice, Miguel Pereira (PL), ainda não foram notificados. Defesa vai a Brasília entrar com novo recurso visando suspender efeito da sentença

O prefeito de Armação dos Búzios, Alexandre Martins (REP), fez um pronunciamento oficial, na manhã desta sexta-feira (2), após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo afastamento dele e do vice, Miguel Pereira (PL) do cargo, por abuso de poder econômico e captação ilícita de votos nas eleições de 2020. A decisão da juíza Isabel Gallotti foi dada na noite desta quinta (1º).

No pronunciamento, Alexandre tranquilizou a população e reforçou que ele e seu vice, Miguel Pereira, estão sendo condenados por uma ilegalidade que não cometeram. Confira o vídeo:

Em 2022, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) condenou prefeito e vice por compra de votos. A lembrar, no dia da eleição, em 2020, a polícia encontrou material de campanha e dinheiro (R$ 6 mil) dentro de um veículo, na rua, que seria de um integrante do comitê. A primeira condenação veio do TRE, mas uma liminar permitiu que ambos continuasse no cargo enquanto recorriam junto ao TSE.

Até o momento, o prefeito não foi notificado. Assim que ocorrer, o processo de transição de cargo segue como diz a lei, e quem assume é o presidente da Câmara Municipal, Rafael Aguiar (REP).

O advogado do prefeito de Búzios, Pedro Canellas, também se manifestou sobre a decisão.

“Em relação à informação divulgada pela imprensa neste dia, sobre a decisão monocrática de afastamento do Prefeito Alexandre Martins, reitera-se o compromisso com a legalidade, a transparência e o respeito às instâncias judiciais. Deve ser ressaltado que estamos confiantes de que os recursos serão apresentados, devidamente analisados e providos pela Corte Eleitoral. Confia-se plenamente no sistema jurídico vigente e na busca por uma decisão justa”, disse, acrescentando que a defesa irá a Brasília, na próxima segunda-feira (5), para entrar com recurso pelo efeito suspensivo da decisão. O objetivo é que Alexandre permaneça no cargo enquanto recorre.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo