InícioRegião dos LagosCabo FrioPonto de abastecimento clandestino de água é flagrado em Cabo Frio 

Ponto de abastecimento clandestino de água é flagrado em Cabo Frio 

Agentes do Inea, com apoio da Prolagos e da polícia, interditaram o local, no Jardim Esperança, onde também funcionava um lava a jato  

Uma operação do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) flagrou um ponto de abastecimento clandestino de caminhões pipa, no bairro Jardim Esperança, em Cabo Frio, nesta quinta-feira (7). No local, também funcionava um lava a jato que usava água furtada da rede. Motivada por uma denúncia anônima, a ação teve o apoio de uma equipe da Prolagos e da Polícia Militar. 

No momento da operação, ninguém foi encontrado e não havia caminhões-pipa no local, que foi interditado e multado. A equipe da concessionária retirou as ligações clandestinas instaladas na rede. Foram flagradas três ligações com a rede, que desviavam água 24 horas por dia, ocasionando uma perda média de 100 mil litros diariamente, o suficiente para atender cerca de 200 famílias. 

No mês passado, outra operação do Inea, com a participação da Prolagos, localizou dois pontos de abastecimento irregular de caminhões-pipa, no Jardim Peró, também em Cabo Frio.  Ao todo, foram descobertas 21 ligações para a rede, feitas de maneira irregular.  

As ligações clandestinas podem causar grande impacto no abastecimento de toda a região, principalmente durante a alta temporada ou em feriados, períodos em que as cidades da área de concessão recebem milhares de visitantes. Além disso, a prática ilegal representa risco à saúde da população, em razão da possível contaminação da rede. 

“As ligações irregulares reduzem a pressão da água na rede e impede que ela chegue em locais mais elevados e distantes do sistema de abastecimento. Essa irregularidade num período de alta temporada, quando a expectativa é que a população salte de 425 mil pessoas, para cerca de 1,5 milhão de habitantes, prejudica ainda mais o desempenho do abastecimento, impactando milhares de moradores e turistas”, explica o diretor executivo da Prolagos, José Carlos Almeida. 

Saiba como denunciar  

Denúncias de crimes ambientais em todo o estado do Rio de Janeiro podem ser feitas ao Linha Verde por meio dos telefones 0300 253 1177 (interior, custo de ligação local), 2253-1177 (capital), no aplicativo para celular “Disque Denúncia Rio”, onde usuários com sistema operacional Android ou iOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, com a garantia de anonimato. 

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida e pós-graduanda em Assessoria de Imprensa, Jornalismo Estratégico e Gestão de Crises pela Universidade Castelo Branco.

Já atuou como apresentadora na Jovem TV Notícias, em 2021. Escreve pelo Portal RC24h há três anos e atua, desde julho de 2022, como repórter do Jornal Razão, de Santa Catarina.

É autora publicada, com duas obras de romance e mais de 500 mil acessos nas plataformas digitais.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo