InícioMeio AmbientePlacas alertando sobre período de defeso da Lagoa de Araruama são instaladas...

Placas alertando sobre período de defeso da Lagoa de Araruama são instaladas em São Pedro da Aldeia

Todas as modalidades de pesca ficam proibidas a partir do próximo domingo (1º)

O período de defeso total da Lagoa de Araruama começa no próximo domingo (1º) e a Prefeitura de São Pedro da Aldeia iniciou a instalação de placas informativas nas praias. As sinalizações alertam a respeito da proibição da pesca pelo período de três meses. O mecanismo de preservação, instituído pelo Governo Federal no ano de 2013, visa a proteção das espécies que vivem na laguna, garantindo a reposição do estoque pesqueiro. 

Quem for flagrado praticando atividades pesqueiras, sejam elas profissionais ou amadoras, poderá responder por crime ambiental, ser penalizado com multa e apreensão do material de pesca. Com o objetivo de reforçar o alerta, a Grupamento Ambiental aldeense iniciou a instalação de placas de aviso nas praias do município. As orlas de Balneário São Pedro, Praia Linda, Praia da Pitória, Praia do Sudoeste, Camerum, Mossoró, Centro, dentre outras localidades, receberam a sinalização. 

Denúncias podem ser feitas ao Grupamento Ambiental de São Pedro da Aldeia e dos demais municípios banhados pela lagoa, assim como à Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm), que desenvolvem o trabalho de fiscalização. 

No próximo sábado (31), representantes da Prefeitura de São Pedro da Aldeia participam de uma reunião com os outros municípios banhados pela Lagoa de  Araruama. O evento, que será realizado em Iguaba Grande, é organizado pelo Consórcio Intermunicipal Lagos São João e vai marcar, oficialmente, a abertura do período de defeso. 

Auxílio Defeso 

Durante o período, os pescadores regularizados recebem pelo INSS o Seguro-Desemprego para o período de defeso, no valor de um salário mínimo. A Secretaria Adjunta de Pesca de São Pedro da Aldeia está auxiliando os profissionais do município com a documentação. 

Podem requisitar o benefício os profissionais que estão com o  Registro Geral de Pesca (RGP) regularizado, observando o período de carência de um ano exigido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), ou apresentem o protocolo de entrada no primeiro registro de pescador. Eles deverão comparecer à Secretaria Adjunta de Pesca, localizada na Ponta da Areia, na Rua José Costa, nº 1031. O auxílio é oferecido de segunda a sexta-feira, das 8h30 ao meio-dia e de 13h30 as 16h. 

Os pescadores devem estar munidos de um documento de identificação oficial com foto; comprovante de inscrição no Cadastro da Pessoa Física (CPF); comprovante de recolhimento da contribuição previdenciária – Guias da Previdência Social (GPS); registro de pescador profissional na categoria artesanal, emitido há pelo menos um ano, ou protocolo de entrada no primeiro registro de pescador; Número de Identificação do Trabalhador (NIT); e comprovante de residência atualizado. 

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content