Novas definições estratégicas são montadas para o feriado de carnaval em Arraial do Cabo

A estimativa é que 250 mil pessoas devam visitar a 'Capital do Mergulho' diariamente, no período de 25 de fevereiro a 2 de março

395

Mesmo com o carnaval de rua cancelado em Arraial do Cabo, a estimativa é que 250 mil pessoas visitem a Capital do Mergulho, por dia, no período de 25 de fevereiro a 2 de março. Por isso, estratégias foram definidas durante uma reunião realizada nesta terça-feira (22) a fim de fazer valer o Decreto nº 3.542, de 10 de janeiro de 2022.

O decreto proíbe eventos em espaços públicos, ensaios, desfiles e apresentações de blocos, escolas de samba e demais agremiações carnavalescas, além de shows, apresentações musicais e eventos com sonorizações mecânicas ou por instrumentos em todo o município. Festividades em espaços privados devem respeitar uma série de restrições para que possam ocorrer, entre elas, está a obrigatoriedade na apresentação de comprovante de vacinação em dia e o uso da máscara facial.

Além da fiscalização sobre eventos clandestinos e música ao vivo nos bares e quiosques, será redobrada a vigilância nas praias. Aparelho de som, recipientes de vidro, drones sem autorização, barracas de acampamento, colchonetes e similares, são algumas das proibições nas praias do município, passíveis de apreensão do objeto e multa de R$ 1.500. Além disso, a Praia do Forno e Prainhas do Pontal do Atalaia também restringem o acesso de animais domésticos.

O trânsito receberá atenção especial do poder público, com o aumento do efetivo da guarda municipal e alterações em vias importantes. A Praça do Cova, por exemplo, terá as vias do entorno fechadas no período entre 18h e meia noite.

Veículos que demandam tempo de desembarque, como ônibus, micro-ônibus e vans de turismo não poderão circular pelo centro da cidade, e serão direcionados para o estacionamento da Rebeche.

A cidade não vai posicionar barreiras sanitárias no acesso aos distritos, ou ao centro, mas é preciso que o turista ou morador apresente a carteira de vacinação para utilizar espaços de uso coletivo.

Denúncias que demandem a intervenção do poder público podem ser encaminhadas para o número WhatsApp (22) 99875-7826. O canal estará disponível 24h por dia, durante o período de 26 de fevereiro a 2 de março.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui