InícioCabo FrioNEM PENSE EM ME MATAR/ Cabo Frio recebe ações contra Feminicídio nesta...

NEM PENSE EM ME MATAR/ Cabo Frio recebe ações contra Feminicídio nesta quinta-feira (29)

Início da campanha será marcado por 50 cruzes que serão colocadas na Praia do Forte para representar mortes de mulheres na região

A partir desta quinta-feira (29), o Movimento de Mulheres de Cabo Frio se une à frente nacional suprapartidária com mais de 500 movimentos feministas envolvidos, para trazer uma mensagem contra o feminicídio na região. A campanha Nem Pense em me Matar parte da premissa de que quem mata uma mulher, mata a humanidade e conta com manifestos e live.

Para dar início às ações, 50 cruzes com silhueta feminina serão colocadas no gradil da Praia do Forte em denúncia às mortes de mulheres por feminicídio.  Para colaborar com o ‘Levante Feminista’, os coletivos pedem que mulheres usem amarelo nesta quinta.

Além disso, o grupo construiu coletivamente um manifesto, lançado em 12 de março, que tem o objetivo de reunir 100 mil assinaturas no país. O texto pontua a existência de uma “cultura de ódio” direcionada às mulheres brasileiras e destaca que a prática do crime de feminicídio “nunca esteve tão ostensiva e extremista”. A pandemia, nesse período de 2020 e 2021 descortinou e intensificou essa realidade de risco que as mulheres vivem, isoladas em suas casas com seus algozes.

Na sua forma mais dramática o feminicídio, que é o assassinato das mulheres pelo simples fato de serem mulheres, tem sido uma sombra assustadora e cotidiana em suas vidas. As mulheres com deficiência, do meio rural, negras, lésbicas, travestis e trans sofrem essa violência de forma muito mais intensa pela cultura da discriminação capacitista, de gênero, étnica e de classe hegemônica na nossa sociedade.

A Campanha #NemPenseEmMeMatar é o Levante Feminista contra o Feminicídio. Um compromisso de trabalho de dois anos.

“Conquistamos vitórias como a Lei Maria da Penha que penaliza a violência doméstica e a Lei do Feminicídio que reconhece os assassinatos enquanto violência de gênero. No entanto, as mudanças legislativas isoladas não têm poder de romper com essa escalada de genocídio que coloca o Brasil como o 5º país que mais mata mulheres por feminicídio.

A violência de gênero está enraizada na estrutura do poder machista e patriarcal que molda, estimula e perpetua essa violência que perpassa todo o tecido social. É urgente o real e maior engajamento do Estado, dos poderes executivo, legislativo, judiciário, instituições de ensino, religiosas, privadas, mídias… para que possamos afirmar que vivemos realmente num Estado de direito democrático”.

O mote da campanha – Nem Pense em Me Matar – vem do samba Corpo Meu, composto por Cris Pereira e interpretado por Fabiana Cozza. 

O manifesto pode ser assinado através do link.  Já a live giratória, acontece no dia às 19h30pela página do Facebook do levante feminista RJ.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content