Mulheres são presas por lavagem de dinheiro para organização criminosa em Rio das Ostras

Dupla foi capturada por agentes da 121ª DP durante operação 'Castelo de Areia', deflagrada pela Polícia Civil de Minas Gerais

660

Duas mulheres, identificadas como K.S.S. e C.R.O.M. foram presas por lavagem de dinheiro para uma organização criminosa durante uma operação da Polícia Civil deflagrada nesta quarta-feira (27) nos estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro. A dupla foi capturada em Rio das Ostras, por agentes da 121ª Delegacia de Polícia de Casimiro de Abreu (121ª DP), coordenados pelo delegado titular Roberto Ramos. A operação Castelo de Areia foi desenvolvida pela Polícia Civil de Minas Gerais, com o objetivo de cumprir 15 mandados de prisão e 17 de busca e apreensão.

Durante as investigações, foi evidenciado que uma organização criminosa, que atuava no tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, possuía ‘membros’ dentro da segurança pública e no sistema bancário, facilitando as ações. No inquérito, foi sequestrada uma chácara avaliada em R$ 1 milhão, além de carros de luxo apreendidos no valor de R$ 340 mil.

Entre os investigados, se encontram um funcionário do Banco do Brasil, um policial militar, um ex-agente penitenciário, além de duas pessoas já em reclusão no presídio de Muriaé, em Minas Gerais.

Durante a apuração, foram apreendidos ainda R$ 79 mil em espécie, além de drogas, balança de precisão, entre outros materiais.

A operação contou com o apoio de 36 policiais civis e aeronave da Coordenação Aerotática da Polícia Civil de Minas Gerais, além do apoio da PCERJ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui