InícioRegião dos LagosAraruamaMulher acusada de mandar matar esposa do amante em Araruama é condenada...

Mulher acusada de mandar matar esposa do amante em Araruama é condenada a 21 anos de prisão

Crime aconteceu em 2017 e julgamento terminou na madrugada de sexta (10). Executor do crime também foi julgado e foi condenado a 27 anos

Após um julgamento que durou cerca de 18 horas, Jessica Lima, mulher que foi acusada de mandar matar Neiva de Paula Mendonça, esposa de seu amante, em Araruama, foi condenada a 21 anos de prisão. A vítima foi morta com um tiro no rosto.

O homem acusado de ser o executor do crime, Dione Silva, também foi a júri popular nesta quinta-feira (9) e foi condenado a 27 anos de reclusão. O julgamento terminou por volta das 4h desta sexta-feira (10).

De acordo com os depoimentos dos acusados à polícia, o assassino foi pago com uma televisão de 42 polegadas e R$ 1 mil.

De acordo com o advogado criminalista e assistente de acusação Filipe Roulien, a mulher condenada tramou a morte de Neiva porque o amante – que era marido de Neiva – teria terminado o relacionamento extraconjugal para ficar com a esposa.

A mandante foi condenada pelo crime de homicídio duplamente qualificado pelo motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. O executor, que é reincidente e tinha maus antecedentes, foi condenado pelo crime de homicídio duplamente qualificado pelo homicídio mercenário e impossibilidade de defesa da vítima.

O crime aconteceu em dezembro de 2017 no bairro Morro Grande, em Araruama. A acusada foi presa em janeiro de 2018 e confessou à polícia que encomendou o crime, dando ao matador uma TV de 42″ e dinheiro.

Ela foi identificada e encontrada depois que o principal suspeito pelo assassinato foi preso durante uma operação contra o tráfico de drogas.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content