Motoristas protestam contra projeto que prevê regularizar transporte de ‘lotada’ em Cabo Frio

268

Profissionais da categoria de transportes rodoviários e taxistas participaram da manifestação, na manhã desta terça-feira (30), em frente à Câmara Municipal de Cabo Frio, onde a lei foi debatida

Profissionais da categoria de transportes rodoviários e taxistas realizaram um protesto, na manhã desta terça-feira (30), em frente à Câmara Municipal de Cabo Frio. O motivo seria um projeto de lei, criado pelo vereador João Roberto de Jesus, que tem o objetivo de regularizar as lotadas do município, incluindo o serviço na categoria de Sistema De Transporte Complementar De Passageiro (STPC).

Cerca de 60 profissionais regulares foram às ruas, de forma pacífica, pedir pela revogação da decisão. A classe afirma que é necessária uma equipe técnica que faça um estudo viável para a implementação de um transporte coletivo de qualidade no município.

Este embate entre os motoristas já ocorre há muitos anos. De acordo com taxistas, o transporte clandestino, conhecido como “lotada”, é uma concorrência desleal, pois ofertam preços muito abaixo da média, e também perigosa, já que, de acordo com a classe, muitos dos veículos não são vistoriados e se quer possuem documentos regularizados. Além disso, ele não inclui gratuidade para estudantes e idosos.

De acordo com o ex Presidente do Sindicato dos Taxistas, esse projeto é inconstitucional e vai gerar desemprego na cidade. “O impacto desse projeto, que não tem estudo nenhum, iria trazer mais discórdia, falta de renda para o taxista e para o motorista de ônibus, que é um serviço que tem suas falhas e tem seus acertos”, declarou Josemario dos Santos, o Baiano.

A sessão na Câmara Municipal foi encerrada por volta das 14h. O vereador autor pediu vistas do projeto de lei para analisar as ressalvas apontadas pela Comissão de Constituição e Justiça. O prazo regulamentar é de 5 dias consecutivos.

(Imagens: Leone Rocha)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui