InícioAraruamaMorre de Covid-19 a estudante de Araruama que estava internada em Montevidéu

Morre de Covid-19 a estudante de Araruama que estava internada em Montevidéu

Jennifer foi entubada e ficou no CTI por 20 dias, mas acabou falecendo na madrugada desta terça-feira (8)

Natural de Araruama, Jennifer Pereira da Silva, de 28 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (8) em decorrência da Covid-19. A mulher estava internada em uma CTI de Montevidéu, capital uruguaia, há 20 dias, com um quadro de saúde considerado gravíssimos pelos médicos.

Jennifer cursava medicina no Uruguai desde 2020, porém, por conta da pandemia, se afastou das aulas presenciais e do trabalho, ficando durante meses em quarentena na pensão onde morava. Este ano retornou ao serviço presencial, e, além de estudar durante a noite, trabalhou em dois empregos para ajudar no sustento da família.

A estudante começou a apresentar sintomas da doença no início de março. De acordo com sua amiga, Agnes, a jovem suspeitava de Covid, mas, ao fazer o teste, recebeu resultado negativo. Mesmo após alguns dias, Jennifer não apresentou melhoras, então decidiu ir ao hospital após a aula.

“Colocaram ela na emergência e fizeram mais três testes do Covid, onde todos deram negativo. Fizeram um novo teste após dois dias, onde finalmente apresentou o resultado positivo para o vírus”, afirmou Agnes. Com estado de saúde considerado gravíssimo, Jennifer foi entubada e ficou no CTI por 20 dias, onde apresentava uma piora gradativa. Na madrugada desta terça-feira (8), ela veio a óbito.

“Ela sempre foi muito guerreira e trabalhadora. Com 19 anos já falava mandarim e várias outras línguas. Foi uma perda muito grande”, lamentou o marido da prefeita de Araruama, Lívia Bello, Chiquinho da Educação.

Segundo a Prefeitura de Araruama, o corpo não pode ser trazido ao Brasil por conta da Covid-19, então, a jovem será cremada no Uruguai. Afirma ainda que a Prefeita Lívia Bello (PP) vai homenageá-la na próxima escola a ser construída, pois Jennifer sempre foi estudiosa.

CAMINHADA PROFISSIONAL DE JENNIFER

Natural de Araruama e vinda de uma família humilde, Jennifer sonhava desde os quatro anos de idade em ser médica, para poder ajudar a família a melhorar de vida. Em 2014, passou para cursar Relações Públicas na Universidade Federal do Pampa, sendo que após um semestre pediu transferência e veio estudar Relações Internacionais na Unipampa de Santana do Livramento.

Extremamente inteligente, a jovem aprendeu sozinha a falar espanhol, inglês, coreano, japonês e chinês. E em 2015, estudando Relações Internacionais, começou a fazer parte do Laboratório de Estudos e Pesquisas Internacionais e de Fronteiras – Lepif. Mas Jennifer nunca deixou de sonhar em ser médica e, deste modo, em 2017 resolveu trancar o curso de Relações Internacionais e ir para Montevidéu para realizar o sonho. Após trabalhar por um longo período para juntar o dinheiro e conseguir se mudar, chegou em Montevidéu, onde encontrou diversas dificuldades, e morou em uma pensão, dividindo quarto com outras estudantes. Mas, finalmente em 2020, ela conseguiu realizar o sonho de cursar Medicina e começou a estudar na UDELAR.

* Com informações do jornal Correio do Pampa

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content