Militar do 25º BPM de Cabo Frio é expulso da corporação após fazer segurança do miliciano Marquinho Catiri

Sargento Leandro Lucas dos Santos foi preso em 2018, depois de ter a própria arma localizada dentro do carro de Catiri

3048

O sargento da Polícia Militar Leandro Lucas dos Santos foi expulso da corporação. Ele era lotado no 25º Batalhão da PM (25º BPM), em Cabo Frio, e foi preso em outubro de 2018 por trabalhar como segurança de Marcos Antônio Figueiredo Martins, conhecido como “Marquinho Catiri”, apontado foi chefiar uma milícia que age nas zonas Norte e Oeste do Rio. A informação foi divulgada pela PM e o ex-sargento foi desligado em abril deste ano.

Quando foi preso, Leandro Lucas fazia parte do Batalhão de Operações Especiais (BOPE). Na operação que resultou na prisão do ex-PM, agentes da Polícia Civil encontraram, dentro do carro do miliciano, uma pistola que pertencia ao então sargento. Além de Leandro, o subtenente da reserva Pedro Paulo dos Santos e o cabo Bruno Tvardovski também foram presos na mesma ocorrência. Eles estavam trabalhando como segurança do miliciano no momento em que foram detidos.

Pedro Paulo também foi expulso da corporação, enquanto Bruno foi morto a tiros em fevereiro de 2021, no bairro de Rocha Miranda, na capital. O caso foi investigado como latrocínio, quando há roubo seguido de morte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui