InícioRegião dos LagosMaricáMaricá realiza ‘Sábado Agroecológico’ em Araçatiba

Maricá realiza ‘Sábado Agroecológico’ em Araçatiba

Evento reuniu feira e plantio com crianças na Praça Emilton Santos

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, promoveu mais uma edição do projeto Sábado Agroecológico (2) com palestra sobre Segurança Alimentar, feira de produtos naturais e artesanato, plantio com as crianças, e projeto Caminhão do Peixe. O evento aconteceu na Praça Emilton Santos, em Araçatiba.

A atividade de plantio contou com crianças, moradoras do bairro, que colocaram as mãos na terra para plantar mudas de chicória, rabanete e couve-manteiga. Uma das mais ativas era Clara Lecas, de 8 anos, que afirmou ser defensora da natureza desde muito pequena.

“Isso aqui é muito bom porque motiva as crianças a tratar da terra e buscar alimentação natural, como eu faço. Quero vir aqui de novo para buscar alimentos orgânicos”, disse a menina, que estava com a mãe. “É um trabalho que vai refletir no futuro delas, que são multiplicadoras e naturalmente engajadas. Isso tem uma energia muito boa”, avaliou Ellen Lecas, de 49 anos, que é professora e mora na Barra de Maricá.

Feira de produtos naturais e artesanato

Durante o dia, na Feira de Agricultura Familiar um total de 24 expositores vendiam desde alimentos e bebidas naturais a todo tipo de artesanato, o que também atraiu bastante gente ao longo do dia.

“Gosto muito disso e vim ver as novidades. O bacana é que promove o trabalho desses artesãos”, observou Carolina Martins, moradora do bairro de 72 anos. Ao lado dela, sua vizinha Nirvana Álvares Bezerra, de 83 anos, teve outro olhar para a feira. “É também uma alternativa de passeio para gente, tão pertinho de casa”, disse Nirvana.

Segurança Alimentar

A palestra sobre Segurança Alimentar foi ministrada pelo ativista colombiano Elver Guerrero, que é integrante do Instituto Tierra Libre e atua em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

“O Brasil é o quinto maior produtor de alimentos do mundo e, ainda assim, muita gente ainda passa fome aqui. A atual dinâmica da indústria só favorece esse mercado e atinge diretamente a saúde da população. Esse perfil de crise ficou ainda mais evidente durante a pandemia e, por causa dela, o quadro piorou e fez muita gente buscar a produção própria do que consome”, explicou Guerrero.

A coordenadora de eventos da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, Daiane Cardoso, considerou bem sucedida a ideia de juntar eventos diversos na Praça Agroecológica.

“O que queremos em outras ocasiões é ocupar toda a rotatória com mais atividades dentro desse contexto da agroecologia”, adiantou ela.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content