Marcha pelos Oceanos acontece nesta quarta-feira (8) em Cabo Frio

Atividade tem o objetivo de chamar a atenção sobre a conservação dos ambientes marinhos

199

O Dia Mundial dos Oceanos é comemorado no dia 8 de junho e, para celebrar a data em Cabo Frio, o Projeto Mar Sem Lixo vai realizar, na quarta-feira (8), na Praça da Cidadania, a Marcha pelos Oceanos. O objetivo do evento é chamar a atenção da população para os problemas que os oceanos estão sofrendo, como a poluição e a elevada quantidade de lixo, principalmente plásticos, encontrados nas praias e nos mares.

O evento está marcado para começar às 9h. O início será com uma apresentação de projetos ambientais sobre o lixo nos oceanos, em uma ação lúdica que busca sensibilizar a sociedade na proteção ao meio ambiente marinho, combatendo a poluição das praias e mares.

Às 9h15 começa uma oficina de criação de cartazes, quando serão oferecidas cartolinas, tintas e canetas, para que sejam escritas mensagens que representem a percepção do participante sobre o assunto.

O aquecimento começa às 9h50, com a Marcha pelos Oceanos começando às 10h, com uma caminhada pela orla da Praia do Forte para alertar sobre a importância da proteção e da conservação dos oceanos.

MARCHA PELOS OCEANOS

É um movimento global da sociedade civil que aconteceu pela primeira vez no Brasil no Rio de Janeiro, em 2018, ano em que a ONU declarou atenção para o problema dos plásticos nos oceanos. A produção do material vem crescendo de forma alarmante e, segundo a Ocean Conservancy, nos próximos 10 anos a produção e o consumo de plástico no mundo devem duplicar.

Um estudo de 2016 do Fórum Econômico Mundial e da Ellen McArthur Foundation, mostrou que somente 14% de todo a produção no mundo é coletada e reciclada, projetando que, até 2050, haverá mais plásticos do que peixes nos oceanos.

Cerca de 95% do material é desperdiçado por descarte inadequado e após a primeira utilização, 13 bilhões de toneladas são despejadas por ano nos oceanos. Devido a este descarte, 90% das aves marinhas têm derivados de plásticos em seus estômagos e, um estudo recente da Ocean Conservancy apontou que 100% das tartarugas coletadas e amostradas tinham em seu conteúdo estomacal algum tipo do material.

Além dos impactos causados pelo plástico nos ambientes marinhos, também há impactos para humanos: a diminuição da produção de peixes afetará atividades de comunidades que dependem da pesca para a sobrevivência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui