Início Cabo Frio Mar agitado dá susto em equipe de canoagem havaiana nesta sexta (23),...

Mar agitado dá susto em equipe de canoagem havaiana nesta sexta (23), em Cabo Frio

Uma forte onda atingiu a canoa, que foi arrastada e teve o estabilizador quebrado, obrigando os remadores a realizarem um procedimento de segurança, saltando no mar

A equipe Maikai Hoa, de canoagem havaiana de Cabo Frio, passou por uma situação arriscada na manhã desta sexta-feira (23). Uma forte onda atingiu a canoa, que foi arrastada e teve o estabilizador quebrado, obrigando os remadores a realizarem um procedimento de segurança, saltando no mar.

Para aguardar a chegada de outro estabilizador, os atletas saíram da canoa e tentaram empurrá-la para um local mais calmo. Como a maré estava ‘secando’, o canal estava puxando para o mar aberto, ou seja, se tornou inviável nadar naquela direção. Foi então que os remadores decidiram nadar em caminho contrário às pedras.

Victor Campanati, um dos remadores que vivenciou a situação, afirma que todos ali eram atletas e tinham pleno conhecimento de como agir nesse tipo de situação. “Ninguém ali era aluno, (…) todo mundo já sabe o procedimento e a gente fez. Tanto que não aconteceu nada com a canoa, a não ser a base dela que quebrou”.

“A gente fez o procedimento de ir para um lugar seguro e esperar um estabilizador novo, só que o bombeiro chegou antes, porque a galera da pedra ligou. Aí a gente amarrou a canoa do lado do bombeiro e entrou no canal, foi somente isso”, afirmou Victor, que é campeão brasileiro na modalidade.

Disse ainda que não existe esse ‘alvoroço todo que estão falando’, pois quem pratica os esporte está exposto aos riscos. Apesar do desfecho positivo, vale pontuar que a Marinha do Brasil emitiu um alerta para ressaca e a recomendação é evitar entrar no mar, navegar ou praticar esportes aquáticos, assim como permanecer nos mirantes à beira-mar e pedalar na orla.

O atleta informou que iria postar uma nota esclarecendo o acontecimento em suas redes sociais, ainda nesta sexta-feira (23).

Em contato com o Portal RC24h, a medalhista e professora de canoa havaiana Dayone Rossi afirma que houve irresponsabilidade do comandante da canoagem em sair para o mar em um dia revolto.

“É preciso respeitar o mar. Em um dia como esse não poderia ter saído. A postura dele pode comprometer toda a atividade de canoa havaiana na região”, explica Rossi, que é referência em canoagem no Brasil.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content