Manoel Corrêa recebe protesto contra ação truculenta da PM durante Batalha de Rima em Cabo Frio

Ato será realizado nesta sexta-feira (6), a partir das 17h, na mesma praça onde crianças e jovens foram alvos dos militares; prefeitura emitiu nota de repúdio

1034

Lideranças comunitárias, autoridades políticas, representantes da prefeitura e moradores estão organizando um protesto contra a operação truculenta realizada pela Polícia Militar na noite de quinta-feira (5), no bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio. O ato será realizado às 17h, na mesma praça onde crianças e jovens foram alvos de tiros disparados pelos militares durante uma Batalha de Rima.

Conforme Marlon Barbosa, superintendente da Juventude e presidente do Conselho Municipal da Juventude de Cabo Frio, na manhã desta sexta-feira (6), foi realizada uma reunião na comunidade para discutir a importância do rap no desenvolvimento de capacidade crítica e formação das crianças e adolescentes.

“Todos tem o consenso de que foi uma atrocidade o que aconteceu ontem. Um ato totalmente desproporcional e sem motivo”, disse.

PREFEITURA EMITE NOTA DE REPÚDIO

A Prefeitura de Cabo Frio repudia de forma veemente a ação de policiais militares que estiveram na noite de quinta-feira (5) na Batalha de Rap no bairro Manoel Corrêa. A Prefeitura apoia a manifestação artística e presta solidariedade aos participantes, que foram reprimidos de maneira covarde pelos agentes de segurança.

A ação desses policiais contraria todos os esforços feitos pelo Governo Municipal para garantir o acesso da população jovem à cultura e ao lazer. As imagens demonstram uma atuação truculenta e violenta por parte daqueles que deveriam proteger a população.

Não podemos admitir que famílias inteiras sejam humilhadas e expulsas do espaço público. O disparo de tiros em um ambiente repleto de crianças é uma atitude irresponsável e que não pode ficar impune. O Estado deve garantir a liberdade dos cidadãos e preservar vidas, jamais atentar contra a sua própria população.

Representantes da Prefeitura de Cabo Frio já procuraram os organizadores do evento e se colocaram à disposição para colaborar com a comunidade afetada. O Governo Municipal está em contato com o comando do 25º Batalhão de Polícia Militar, solicitando rigorosa apuração dos fatos ocorridos, para que os responsáveis sejam punidos e para garantir que tal violência não se repita no município.

RELEMBRE O CASO

Na noite desta quinta-feira (5), agentes da Polícia Militar efetuaram disparos de arma de fogo contra jovens que realizavam uma batalha de rima no bairro Manoel Corrêa, em Cabo Frio. No momento em que um MC canta no microfone, os policiais abrem fogo, mesmo com a presença de várias crianças no local. O desespero e a correria tomaram conta do ambiente.

De acordo com participantes, o equipamento de som foi atingido e danificado. Algumas pessoas ficaram feridas.

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que um procedimento interno foi instaurado para apurar a situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui