InícioDestaqueJustiça determina cassação do diploma de prefeito e vice de Iguaba das...

Justiça determina cassação do diploma de prefeito e vice de Iguaba das eleições suplementares de 2019

Sentença não pede o afastamento de ambos do cargo. Prefeito Vantoil Martins reforça que decisão refere-se apenas ao mandato suplementar de 2019, que já acabou

Uma decisão da justiça de Iguaba Grande, determinou, no final da tarde desta segunda-feira (2), a cassação dos diplomas do prefeito Vantoil Martins (CID), do vice-prefeito, Alexandre da Farmácia (PL), referente ao mandato suplementar de 2019. Além disso, a decisão torna ambos inelegíveis por oito anos. Importante salientar que a sentença não pede o afastamento de ambos.

A determinação da juíza Maira Veiga, responsável pela Comarca de Iguaba Grande atende a pedido de uma ação proposta pelo Ministério Público Eleitoral, que acusa o ex-presidente da Câmara, e que foi prefeito interino de Iguaba, Balliester Werneck (PP) de fazer demissões e contratações em período eleitoral.

A acusação é que Balliester, enquanto presidente do legislativo e responsável por convocar as eleições suplementares de 2019 teria demitido 202 pessoas e contratado 248. Segundo a ação proposta pelo MPE, essa movimentação foi considerada suspeita, com objetivos eleitorais.

Apesar de ter sido acatada pela juíza, trata-se de decisão em primeira instância e cabe recurso.

Procurado pelo Portal RC24h, o prefeito Vantoil Martins falou com bastante tranquilidade e frisou que decisão refere-se apenas ao mandato suplementar, que já acabou, ou seja, perdeu o efeito. Mesmo assim, chefe do executivo está confiante de que vai conseguir reformar a decisão no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), corte superior do Rio de Janeiro.

“É a decisão em uma ação de 2019, daquela eleição suplementar. Na verdade só diz respeito àquele mandato que já se encerrou, ou seja, perda de objeto. Mas mesmo assim vamos recorrer e virar no TRE”, reforçou Vantoil.

O Portal também conversou com o advogado do prefeito, Pedro Canellas, o qual também salientou que a decisão não influencia em nada o mandato de 2020 a 2024. Por volta das 11 da manhã desta terça-feira (3), Vantoil Martins, ao lado do vice, Alexandre, e do advogado Pedro Canellas, gravaram um vídeo de esclarecimento à população sobre disseminação de notícias mentirosas, manipuladas, as chamadas fake news, com o objetivo de criar instabilidade política no município.

O prefeito destacou, ainda, que isso “não muda em absolutamente nada”, ele não será afastado do cargo e continua governando.

“A cidade não para e está avançando cada dia mais. As obras começam a sair do papel e virando realidade. A valorização dos servidores tem sido uma constante e recentemente anunciamos o enquadramento do piso do magistério ao piso nacional, além do plano de cargos e salários da Guarda Civil, há anos sonhado.
Iguaba será a melhor cidade para todas as idades”, disse Vantoil Martins.

A reportagem do Portal também tentou falar com o vereador Balliester Werneck, atual presidente da Câmara Municipal, mas não teve êxito.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content