INTOLERÂNCIA RELIGIOSA/ Imagem de Iemanjá é alvo de vandalismo em Búzios

O pequeno santuário que fica na Praia da Ferradura amanheceu quebrado nesta sexta-feira (11)

662

Em mais um caso de intolerância religiosa na Região dos Lagos, uma imagem de Iemanjá, entidade de culto de matriz africana, foi alvo de vandalismo em Armação dos Búzios. O pequeno santuário que fica na Praia da Ferradura amanheceu quebrado nesta sexta-feira (11).

O caso se assemelha ao que aconteceu recentemente em Araruama, onde imagens de Iemanjá e Ogum que também ficavam em santuário em uma gruta na Pontinha do Outeiro, no Areal, foram destruídas

A Secretaria de Cultura e Patrimônio Histórico de Armação dos Búzios lamentou e repudiou o ato.

“Vivemos em uma cidade onde prezamos pela liberdade, todo o crime de Intolerância fere o direito de liberdade do povo brasileiro e da população buziana, que estima conviver de forma harmoniosa com as diversidades culturais, de crenças. Ferir a religião dos outros só mostra a ausência do divino em quem promove tais atos. Respeitar as diferenças faz parte da boa convivência. Nossas escolhas pessoais não são superiores as escolhas do próximo. Não podemos esquecer o mais importante, O RESPEITO E O AMOR”!

Vale ressaltar que intolerância religiosa é crime, estabelecido no código penal brasileiro. A pena prevê detenção de um mês a um ano, ou multa, a conduta de quem “escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui