InícioRegião dos LagosCabo FrioInea flagra abastecimento irregular de caminhão-pipa em poços clandestinos em Cabo Frio

Inea flagra abastecimento irregular de caminhão-pipa em poços clandestinos em Cabo Frio

Operação contou com a participação de agentes da Polícia Civil e equipe da Prolagos

Fiscais do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), por meio da Superintendência Regional Lagos São João (Suplaj), encontraram na tarde desta quinta-feira (16) um galpão utilizado para o fornecimento de água de poço para caminhões-pipas clandestinos no bairro Guriri, em Cabo Frio. A ação contou com o apoio de agentes da Polícia Civil e da Prolagos, que ajudou na retirada dos canos e bombas e na desativação dos poços.

 A equipe do INEA chegou ao local após denúncias feitas ao Ministério Público Federal e identificou 12 poços clandestinos que abasteciam de 5 a 10 caminhões-pipa por dia. Segundo o INEA, os veículos atuavam na Região dos Lagos, com principal foco em Cabo Frio e Armação dos Búzios e empresas da região. Além da estrutura para o abastecimento dos veículos, um caminhão-pipa foi encontrado no local e também um motorista, que fugiu ao avistar os fiscais e a polícia. Todos os equipamentos foram apreendidos e os poços desativados.

 “O perigo em consumir uma água clandestina é adquirir diversos tipos de doenças de pele, intestinal, entre outras. Saber a origem do produto é requisito essencial para garantir a saúde.”, comenta Allan Oliveira, técnico operacional do INEA, que junto com Alexandre Pessanha, chefe de fiscalização do instituto, e equipe, conduziu a operação.

 O consumo de água proveniente de poços artesianos em substituição ao abastecimento da Prolagos pode trazer riscos à saúde pública, pois raramente essa água recebe o tratamento adequado. Para ser própria para o consumo, a água precisa atender aos padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Responsável pelo abastecimento dos municípios de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia, a Prolagos cumpre um rigoroso controle de qualidade, que inclui a realização diária de coletas e análises laboratoriais da água em diversas partes do sistema de abastecimento, que totalizam mais de quatro mil exames mensais. As análises são efetuadas por laboratório credenciado pelo INEA, certificado pelo Inmetro.

 Os usuários que não estão conectados à rede de abastecimento podem entrar em contato com a empresa pelo 0800 70 20 195 ou pelo WhatsApp (22) 99722-8242 e fazer o pedido de viabilidade técnica, que é a vistoria para apontar se o local já é atendido pelo sistema público ou se será necessária a implantação de uma nova rede. A nova ligação pode ser parcelada direto na conta de água. A taxa custeia toda a execução do serviço, como mão de obra, equipamentos e a recomposição do local, além da utilização do hidrômetro aferido pelo Inmetro e a troca do medidor quando necessária.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content