InícioSaúdeCovid-19Gestantes com comorbidades devem se agendar para receber 1ª dose de Coronavac...

Gestantes com comorbidades devem se agendar para receber 1ª dose de Coronavac em Rio das Ostras

Cadastro deve ser feito por e-mail. Neste primeiro momento, serão cadastradas as grávidas com gestação acima de 30 semanas, que possuam duas ou mais comorbidades

A Prefeitura de Rio das Ostras está cadastrando gestantes com comorbidades para fazer a aplicação da 1ª dose da vacina CoronaVac. O cadastro deve ser realizado até a próxima segunda-feira (31), pelo e-mail gestantecontracovid.ro@gmail.com. Inicialmente, serão cadastradas para a imunização as grávidas com idade gestacional superior a 30 semanas, que possuam duas ou mais comorbidades.

São necessárias as seguintes informações para realização do cadastro: nome completo da gestante, telefone, laudo médico constando a idade gestacional e as comorbidades existentes, além de prescrição médica após avaliação individualizada de risco/benefício. Após triagem dos laudos, a Secretaria Municipal de Saúde fará o agendamento da vacinação.

As gestantes que já são atendidas pelo Serviço de Pré-Natal de Alto Risco, da Rede Municipal de Saúde de Rio das Ostras, serão cadastradas e avaliadas pela Coordenação Municipal do Programa Saúde da Mulher. No dia da vacinação, o nome da gestante estará em uma listagem enviada pela Divisão de Imunização aos polos de aplicação da vacina.

Para tomar a vacina no polo, a grávida deverá apresentar: documento de identificação com foto, cartão do SUS ou CPF, comprovante de residência em Rio das Ostras e o laudo médico original.


COMORBIDADES
 – São grupos prioritários de comorbidades, de acordo com o PNI, pacientes com diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão alvo e/ou comorbidade, insuficiência cardíaca, cor pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndrome coronariana, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doenças da aorta dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, doença cérebro vascular, anemia falciforme, obesidade mórbida, cirrose hepática, imunossuprimidos.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content