Funcionárias de shopping de Cabo Frio alertam sobre possível assediador no local

De acordo com relatos, homem tem frequentado lojas importunando mulheres

3816

Funcionárias de um shopping localizado no bairro Novo Portinho, em Cabo Frio, estão assustadas com um possível assediador que vem rondando as lojas do local. De acordo com relatos, o homem aparece sempre no mesmo horário e importuna as vendedoras.

O alerta foi feito inicialmente através do Instagram e foi muito compartilhado na rede social. A denunciante, que prefere não se identificar, percebeu ‘intenções maldosas’ no homem desde o primeiro dia que ele foi até a loja em que ela trabalha, que é voltada ao público feminino, mas também tem itens para homens.

Ela conta que percebeu ‘maldade’ quando ele perguntou o nome dela e a pediu para pegar um sapato que estava na frente dele. Nervosa, a moça continuou o atendimento e disse que não teria o item disponível no tamanho pedido. Em seguida, ele tirou a máscara facial e disse “Eu vou abaixar a máscara para você gravar bem o meu rosto”, mais uma vez ela tentou continuar o diálogo fugindo da frase. Após pedir para ela pegar mais um item, ele disse “Você já está ligada, já, né?!” e começou a perguntar sobre o horário do início do expediente da vendedora. Ao perceber que ela continuava fugindo, ele disparou “você já está ligada, mas não tem problema, eu vou voltar e vou te fazer rir”.

Uma semana depois, ela flagrou o momento em que ele parou de frente para a vitrine da loja e tirou foto em direção ao interior da mesma. Na semana seguinte, ele passou a frequentar o centro comercial todos os dias e chegou a abordar vendedoras de outras lojas.

Na intenção de alertar outras mulheres, a denunciante fez o post na rede social. “A gente acha que vai reagir, mas na hora a gente se sente tão impotente que não faz nada”, afirmou. Ela conta ainda que tentou ligar para a Polícia Militar diversas vezes, através do 190, mas não conseguiu contato. “Estávamos em situação de desespero e nos vimos sozinhas”, conta.

A moça ainda relatou ter visto o homem, também, enquanto caminhava na praia, fora do horário de trabalho dela, nesta quarta-feira (30).

A administração do shopping disse às vendedoras que os seguranças não poderiam fazer nada, a não ser que alguma atitude dele fosse pega em flagrante. A equipe ficou “na cola” do suspeito e ele chegou a questionar o motivo.

Ao Portal RC24h, o centro comercial afirmou apenas que “o homem não foi mais visto no shopping”. No entanto, a denunciante afirmou tê-lo visto no dia anterior do posicionamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui