InícioOcorrênciasAcidenteExplosão de lancha em Cabo Frio deixou grávida de três meses ferida

Explosão de lancha em Cabo Frio deixou grávida de três meses ferida

A ocorrência foi registrada na tarde de segunda-feira (17). De 11 tripulantes, dez ficaram feridos. Todos turistas do Espírito Santo

A explosão da lancha em Cabo Frio resultou em dez feridos, incluindo uma mulher grávida de três meses. A vítima, capixaba, estava acompanhada do marido, de 26 anos, e do filho, de quatro. A ocorrência foi registrada na tarde de segunda-feira (17). De 11 tripulantes, dez ficaram feridos. Todos turistas do Espírito Santo.

Segundo a prefeitura, entre os feridos, sete foram levados ao Hospital Central de Emergências (HCE), em São Cristóvão, e à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Parque Burle. Três crianças de um ano e meio, quatro e cinco anos, estão em estado grave e serão transferidas para unidades especializadas.

A criança de cinco anos irá para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, enquanto as outras duas serão transferidas para o Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC), em Araruama. Um adulto de 37 anos também foi transferido para a unidade de Araruama.

Além disso, foram atendidos no Hospital Central de Emergências (HCE) um homem de 26 anos, a mulher grávida e um adulto de idade não identificada. Três adultos, de 21, 28 e 36 anos, foram estabilizados na UPA Parque Burle.

A irmã da mulher grávida informou que a viagem para Cabo Frio, inicialmente prevista para o feriado de Corpus Christi, foi adiada para conciliar as agendas do grupo. A família ainda está buscando informações detalhadas sobre o estado de saúde dos feridos.

O acidente foi registrado na Ilha do Japonês, em Cabo Frio, e o Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer as vítimas. A Capitania dos Portos instaurou um inquérito e realizará a perícia. A lancha já foi rebocada do local. Esta ocorrência marca o terceiro acidente com lanchas em Cabo Frio nos últimos 37 dias. Em 10 de maio, uma lancha explodiu, ferindo seis pessoas, incluindo uma família de Minas Gerais.

Segundo as primeiras informações, a lancha havia acabado de abastecer quando a explosão aconteceu. Sobre o caso, a Marinha do Brasil informou que vai instaurar um inquérito administrativo sobre acidentes e fatos da navegação para apurar causas, circunstâncias e possíveis responsabilidades. Confira:

“A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 1º Distrito Naval (Com1°DN), informa que a Delegacia da Capitania dos Portos em Cabo Frio (DelCFrio) tomou conhecimento de uma explosão na embarcação “EYE SEA”, na tarde de hoje (17), próximo à Ilha do Japonês, em Cabo Frio – RJ.

A DelCFrio informa que enviou, imediatamente, uma lancha e uma moto aquática ao local para a operação de Socorro e Salvamento (SAR). Na ocasião, as equipes verificaram que os 11 tripulantes estavam sendo socorridos pelo Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro e encaminhados para o HCE (Hospital Central de Emergência) em Cabo Frio. Ressalta-se, ainda, que não foi constatada poluição hídrica ocasionada pela embarcação acidentada.

A Marinha do Brasil instaurará um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) para apurar causas, circunstâncias e possíveis responsabilidades. Concluído o inquérito e cumpridas as formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação, o qual dará vista à Procuradoria Especial da Marinha, para que adote as medidas previstas no Art. 42 da Lei n° 2.180/54.

Cabe ressaltar que a Marinha incentiva e considera importante a participação da sociedade, que pode ser feita pelos telefones 185 (número para emergências marítimas e fluviais, além de pedidos de auxílio), (21) 2104-6119 e (21) 97515-7895 (diretamente com o Com1ºDN, para outros assuntos, inclusive denúncias)”

Com informações: G1 Espírito Santo

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida.

Já atuou como apresentadora na Jovem TV Notícias, em 2021. Escreve pelo Portal RC24h há três anos e atua, desde julho de 2022, como repórter do Jornal Razão, de Santa Catarina.

É autora publicada, com duas obras de romance e mais de 500 mil acessos nas plataformas digitais.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo