Início Cabo Frio DE NOVO/ Petrobras sobe preços da gasolina, diesel e gás de cozinha

DE NOVO/ Petrobras sobe preços da gasolina, diesel e gás de cozinha

A Petrobras vai elevar mais uma vez os preços da gasolina e do diesel nas refinarias a partir desta terça (2). A nova alta – a quinta neste ano -, vem pouco mais de uma semana após o presidente Jair Bolsonaro pedir a substituição do comando da petroleira. Ele indicou o general Joaquim Silva e Luna para substituir Roberto Castello Branco do comando da estatal. 

Nas refinarias preço médio de venda da gasolina passará a ser de R$ 2,60 por litro, alta de R$ 0,12 por litro (4,8%), enquanto o diesel passará a média de R$ 2,71 por litro, aumento de R$ 0,13 por litro (5%).

"Importante ressaltar também que os valores praticados nas refinarias pela Petrobras são diferentes dos percebidos pelo consumidor final no varejo. Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, no caso da gasolina e do diesel, além dos custos e margens das companhias distribuidoras e dos revendedores de combustíveis", destaca nota divulgada pela empresa.

Em Cabo Frio, desde a última alta, os postos têm cobrado por volta de R$ 5,89 o litro da gasolina comum, o que a torna a cidade com um dos combustíveis mais caros do país. Com a nova alteração, os valores devem ultrapassar os R$ 6,00.

Com os novos reajustes, o litro da gasolina nas refinarias acumula alta de 41,3% desde o início do ano. Já o diesel subiu 34,16% no mesmo período.

Já o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de botijão ou gás de cozinha, ficará 5,2% mais caro também a partir desta terça-feira. O preço para as distribuidoras será de R$ 3,05 por quilo (R$ 0,15 mais caro), ou seja R$ 36,69 por 13 kg (ou R$ 1,90 mais caro).

LUCRO RECORDE

A Petrobras encerrou o quarto trimestre de 2020 com lucro recorde de R$ 7 bilhões, apesar do momento de crise. Segundo a Economatica, o resultado é tanto recorde nominal entre as empresas brasileiras como também quando se ajustam os valores dos maiores lucros da história pela inflação.

 

* Com G1 e Agência Brasil

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content