Costa do Sol leva carta com prioridades ao governador do RJ

Pavimentação da Estrada do Nelore está entre os pedidos do documento que será apresentado pelo Conselho de Desenvolvimento do Turismo da Costa do Sol (Condetur) no Palácio da Guanabara nesta terça-feira (18)

494
Estrada do Nelore, que vai interligar Cabo Frio, Armação dos Búzios e Arraial do Cabo | Foto: Ernesto Galioto

Maior região turística do Estado do Rio, a Costa do Sol vai levar nesta terça-feira (18) ao governador Cláudio Castro a sua lista de prioridades de infraestrutura turística. A “Carta da Costa do Sol” será entregue durante o lançamento, no Palácio Guanabara, do Turismo Presente, programa de obras de interesse turístico do estado.

O documento seria entregue no Fórum de Turismo da Costa do Sol, em Macaé, mas o governador não compareceu. Desde então, os representantes do Conselho de Desenvolvimento do Turismo da Costa do Sol (Condetur) não conseguem audiência para entregar a carta a Cláudio Castro.

As prioridades dos 13 municípios da região, que recebeu quatro milhões de turistas em 2019, foram levantadas após estudos técnicos.

A prioridade é a melhor manutenção e a duplicação da RJ-106, rodovia estadual que começa em Tribobó e vai até Macaé, cortando toda a Costa do Sol, sinalização turística em todas as estradas estaduais e pavimentação da Estrada do Nelore, de 2,5 km, interligando Arraial do Cabo, Cabo Frio e Búzios.

Além disso, a carta pede nova ponte sobre o Rio São João, na divisa de Cabo Frio com Casimiro de Abreu e a reabertura do Hospital Estadual de Barra de São João, às margens da RJ-106, para atender a toda a Costa do Sol.

Segundo Marco Navega, do Condetur, a Carta da Costa do Sol aponta os principais gargalos de infraestrutura da região, que possui três cidades (Búzios, Cabo Frio e Macaé) na categoria A do Ministério do Turismo.

Ele recorda que a RJ-106 possui trechos duplicados apenas em Maricá e destaca sua importância como rodovia litorânea e de fundamental importância para o desenvolvimento do turismo e da economia de todos os municípios da Costa do Sol.

A carta também defende a abertura urgente da Estrada do Nelore, obra já prometida pelo governador Cláudio Castro.

A Costa do Sol possui um aeroporto internacional em Cabo Frio e tem uma necessidade urgente de abrir esta estrada para interligar, de forma rápida e segura, os três principais municípios que representam o coração da Costa do Sol“, defendeu Navega.

Ainda segundo a carta do Condetur, há mais de dez anos é pedida ao governo estadual a construção de uma nova ponte sobre o Rio São João. A nova tem problemas na estrutura e já foi interditada algumas vezes.

Esta ponte é uma vergonha para o estado. Há um risco iminente da ponte desabar, pondo em risco a vida de moradores e de visitantes“, advertiu Marco.

Já o Hospital Estadual de Barra de São João está fechado há anos, embora fique em localização estratégica, próximo a Búzios, Cabo Frio, Rios das Ostras e Macaé.

“Este hospital é importante para toda a Costa do Sol. Vai evitar que moradores e vítimas de acidentes nas estradas tenham que ser transferidos de helicóptero para hospitais públicos do Grande Rio”, concluiu o presidente da Condetur.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui