InícioMeio AmbienteCoruja-orelhuda é resgatada em São Pedro da Aldeia com ferimento em uma...

Coruja-orelhuda é resgatada em São Pedro da Aldeia com ferimento em uma das asas

Ave estava em quintal de residência no bairro São João

Uma coruja da espécie orelhuda (Asio Clamator) foi resgatada, na tarde desta quinta-feira (9), do quintal de uma residência no bairro São João. Ao acionar a Guarda Ambiental, os moradores informaram que a ave teria se ferido em uma linha de pipa presa em uma árvore do jardim. No entanto, o veterinário responsável pelos primeiros atendimentos no animal identificou queimaduras na asa esquerda, o que indicaria incidente com a rede elétrica. 

A coruja, medindo cerca de 30 centímetros de altura, estava impossibilitada de voar e ficou caída na base da árvore. Ela foi resgatada por agentes das secretarias de Meio Ambiente e Agricultura e encaminhada a uma clínica veterinária especializada em aves silvestres, onde ficará até que possa ser devolvida ao seu habitat natural. 

Com hábitos noturnos, a espécie costuma ficar camuflada nas árvores durante o dia. Alimenta-se de pequenos mamíferos como ratos e também pode caçar lagartos e insetos. Animais silvestres, quando encontrados em área urbana, precisam ser resgatados pela Guarda Ambiental do município. 

É importante que a população não tente prender ou manipular os animais por risco de ferimento. Os agentes do município devem ser acionados por meio do número 153. É de responsabilidade da guarda encaminhar os animais a instituições de reabilitação parceiras, em caso de necessidade de atendimento veterinário. Vale ressaltar que a prefeitura não possui, atualmente, convênios com clínicas veterinárias. Os custos referentes ao tratamento serão arcados por voluntários.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content