InícioBrasilComeça nesta terça (25) o pagamento do 13º salário do INSS; veja...

Começa nesta terça (25) o pagamento do 13º salário do INSS; veja as datas

Salário segue calendário de acordo com número do benefício; segunda parcela será paga a partir de julho

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem o piso nacional (R$ 1.100) começarão a colocar a mão na primeira parcela do 13º salário a partir desta terça-feira (25). No dia 1º de julho, será a vez dos que ganham acima do salário mínimo nacional começarem a receber a primeira parte do abono. É importante ressaltar que a primeira parcela equivale à metade do benefício mensal bruto pago pelo INSS e é isenta de cobrança de Imposto de Renda. Confira as datas abaixo.

A segunda metade do abono de Natal vai sair junto com o vencimento de junho, que será creditado de 24 de junho a 7 de julho para quem recebe o salário mínimo.

Pagamentos da segunda parte do 13º salário para beneficiários que recebem acima desse valor serão feitos de 1º a 7 de julho. Neste segundo pagamento, será debitado o IR, quando for o caso. Portanto, a parcela pode vir um pouco menor com a mordida do Leão.

E atenção: o beneficiário que estiver com o pagamento bloqueado por falta de prova de vida pode fazer o recadastramento no banco onde recebe o vencimento. O desbloqueio será feito imediatamente, adiantou o INSS.

Segundo o instituto, terão direito à primeira parcela cerca de 31 milhões de beneficiários. No Rio de Janeiro, serão 2,6 milhões de pessoas.

Além de aposentados, quem recebeu neste ano auxílio-doença, auxílio-reclusão ou salário-maternidade têm direito ao benefício. Ficam de fora do abono as pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) — que equivale a um salário mínimo (R$ 1.100) e é pago a idosos acima de 65 anos e pessoas com deficiência de baixa renda — e Renda Mensal Vitalícia (RMV).

Sem contar o dígito

Os pagamentos são feitos de acordo com o número final do cartão de benefício do segurado, sem levar em conta o dígito verificador (o número depois do traço). Por exemplo: nesta terça-feira, receberão os aposentados e os pensionistas que têm o final de benefício 1, sem levar em conta o dígito. Amanhã, será a vez dos que têm final 2, e assim sucessivamente, até o dia 8 de junho.

Os segurados com renda mensal acima do piso nacional terão seus pagamentos creditados de 1º a 8 de junho, também de acordo com o número final do benefício, sem levar em conta o dígito verificador. Receberão primeiro os que têm os benefícios terminados em 1 e 6.

Tributação

De acordo com o instituto, a tributação varia conforme a idade. O segurado de até 64 anos paga Imposto de Renda caso receba acima de R$ 1.903,98. De 65 anos em diante, a tributação só é cobrada se o benefício for superior a R$ 3.807,96.

O decreto com a antecipação do 13º para aposentados e pensionistas foi publicado em 4 de maio. Segundo o Ministério da Economia, a medida deve injetar cerca R$ 52,7 bilhões na economia do país e não terá impacto orçamentário, por tratar-se apenas de mudança de data de pagamento.

O acesso ao contracheque do benefício é feito pelo portal de serviços Meu INSS (https://meu.inss.gov.br/), no item “Extrato de pagamento de benefício”. Para acessar, é necessário criar login e senha.

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content