InícioRegião dos LagosAraruamaCidades da Região dos Lagos suspendem vacinação contra a Covid-19 em gestantes...

Cidades da Região dos Lagos suspendem vacinação contra a Covid-19 em gestantes após recomendação da Anvisa

Suspensões ocorreram após recomendação da Anvisa emitida na noite desta segunda (10) pedindo a pausa imediata da aplicação da vacina AstraZeneca em grávidas

Algumas cidades da Região dos Lagos informaram na manhã desta terça-feira (11) a suspensão da aplicação da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz em gestantes após recomendação da Anvisa.

Na noite de segunda-feira (10), a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata da vacinação contra o coronavírus em gestantes com as doses da AstraZeneca/Fiocruz.

A vacina vinha sendo usada, no país, em grávidas com comorbidades. Agora, só podem ser aplicadas a CoronaVac e a da Pfizer neste público. As vacinas da Pfizer foram disponibilizadas apenas para as capitais.

O texto da nota emitida pela agência reguladora diz que a orientação é que “seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) a indicação da bula da vacina AstraZeneca e que a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país.”

A Anvisa, no entanto, não relatou nenhum evento adverso ocorrido em grávidas no Brasil.

  • Araruama – A Prefeitura de Araruama informa que, seguindo orientação da Anvisa, decidiu suspender a vacinação para mulheres grávidas com o imunizante da Astrazeneca.
  • Cabo Frio – A Prefeitura de Cabo Frio suspendeu a vacinação das grávidas mas ressalta que, até o momento, não há relatos de reações adversas em decorrência da vacina deste laboratório no município. Informa também que não há mudança no esquema de vacinação para os demais grupos prioritários listados pelo Ministério da Saúde até o momento.
  • Casimiro de Abreu – A Secretaria de Saúde de Casimiro de Abreu suspendeu a vacinação de gestantes, prevista para ocorrer nesta quinta e sexta-feira. A Secretaria aguarda comunicado do Ministério da Saúde para realinhar sua estratégia de vacinação contra a Covid.
  • Iguaba Grande – A cidade estava vacinando as grávidas com o imunizante AstraZeneca. Após a nota técnica da Anvisa, a aplicação está suspensa. No momento, o município não tem Coronavac para aplicação de primeira dose.
  • Não há nenhum relato de evento adverso relacionado a vacina com gestantes no município.
  • Macaé – A Secretaria Municipal de Saúde informa que a vacinação deste grupo será restabelecida assim que a Secretaria Estadual de Saúde enviar novas orientações sobre a imunização contra a Covid-19.
  • Maricá – De acordo com a subsecretária de Saúde de Maricá, Solange Oliveira, essa é uma medida preventiva até que se façam estudos sobre as possíveis complicações, uma vez que não há comprovação entre a relação dos casos de complicações e a administração da vacina, somente hipóteses a serem confirmadas com investigação e estudos.
  • Saquarema – O município está aguardando a notificação oficial da Secretaria de Estado de Saúde para se pronunciar e informar as alterações no cronograma de vacinação. De qualquer forma, a imunização das gestantes com comorbidades foi suspensa no município.

*Com informações do G1.

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content