Cidades da Região dos Lagos ganham reforço de policiamento no feriadão

Municípios atendidos pelo 25ºBPM contarão como reforço na segurança de equipes do 4º CPA totalizando 1.312 policiais militares

353

Para garantir a segurança durante os eventos carnavalescos programados para o feriado prolongado de Tiradentes e São Jorge deste ano de 2022, a secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro mobilizou mais de 10 mil policiais militares para atuar, tanto na capital como em cidades turísticas do estado.

Os sete municípios atendidos pelo 25º BPM, na Região dos Lagos, contarão como reforço na segurança de equipes do 4º CPA totalizando 1.312 policiais militares distribuídos em Cabo Frio, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Saquarema, São Pedro da Aldeia, Araruama, Iguaba Grande.

Para atender as demandas extras programadas pelo planejamento especial, que estará em operação de quarta-feira (20) à madrugada de segunda-feira (25), as férias foram suspensas em toda a Corporação.

Além da região central da capital e da orla das zonas Sul e Oeste, outras áreas onde haverá desfiles e outros eventos oficiais também foram contempladas pelo planejamento elaborado pela subsecretaria de Gestão Operacional da SEPM.

Participação da Patrulha Maria da Penha, das tropas especiais e especializadas

As unidades do Comando de Operações Especiais (COE) da PM serão empregadas em missões específicas. O Grupamento Aeromóvel (GAM) fará operações de sobrevoo com três aeronaves, tanto nas áreas de desfile como na orla da capital, Niterói, Região dos Lagos e Costa Verde.

Já os policiais do RECOM (Rondas Especiais e Controle de Multidão) estarão presentes em vias expressas, em apoio às equipes do BPVE, e em pontos mais críticos de rodovias estaduais e federais.

O efetivo do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) foi reforçado para atender a maior demanda de patrulhamento nos seis mil quilômetros da malha rodoviária estadual.

O programa Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida marcará sua presença no carnaval, mobilizando equipes para atuar nos locais de maior movimento durante os desfiles das escolas de samba.

Os policiais militares do programa, além de prestar atendimento em situações de emergência para coibir crimes contra a mulher, distribuirão ventarolas impressas com objetivo de esclarecer os limites legais entre uma paquera e o assédio.

Cinco equipes do PMP-GV estarão presentes nas principais áreas de desfiles na Capital, em Niterói, e na área do Cabofolia, Praia do Forte, em Cabo Frio.

Entre as orientações ao público, consta a advertência de que importunação sexual é crime, passível de pena de reclusão de um a até cinco anos de prisão, de acordo com a Lei 13.718/18.

Embora a estratégia de atuação seja de caráter preventivo e de conscientização, os policiais da PMP- GV estarão prontos para intervir em casos de violência contra mulher em apoio ao policiamento ordinário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui