InícioCulturaCia de Teatro aldeense apresenta esquete em homenagem à Gabriel Joaquim dos...

Cia de Teatro aldeense apresenta esquete em homenagem à Gabriel Joaquim dos Santos nesta segunda (13)

Montagem teatral celebra vida e obra do artista criador da Casa da Flor

A Companhia de Teatro de São Pedro da Aldeia vai promover, nesta segunda-feira (13), uma apresentação única do esquete “A Casa feita de cacos”. A iniciativa, promovida pela Secretaria Municipal de Cultura, tem como objetivo celebrar a vida e obra do artista aldeense Gabriel Joaquim dos Santos, criador da Casa da Flor, nascido em 13 de maio de 1892. A montagem teatral será apresentada na Praça Agenor Santos (Praça da Matriz), às 19h30.

O secretário municipal de Cultura, Thiago Marques, reforçou o convite à população. “A peça é um registro artístico fundamental da história do seu Gabriel, resultado de um trabalho de excelência feito pela nossa Companhia de Teatro Municipal. A iniciativa é uma forma de celebrarmos essa importante figura da nossa cidade, que completaria 132 anos. Um artista ímpar da nossa terra, criador da Casa da Flor, patrimônio cultural material brasileiro. Convidamos a todos para prestigiaram a apresentação e os nossos artistas da Cia de Teatro”, destacou.

A encenação, dirigida pela coordenadora e arte-educadora Anna Fernanda Corrêa, é inspirada na história de Gabriel Joaquim dos Santos, trabalhador do roçado e das Salinas, filho de um ex-escravo e de uma índia. O artista passou mais de 60 anos de sua vida dedicando-se ao sonho de adornar a sua casa com todo o tipo de material que encontrava, como cacos de cerâmica, de vidro, ladrilhos e azulejos. Ele faleceu em 03 de março de 1985.

A edificação, datada do século XX, se tornou um ícone da arquitetura espontânea e foi tombada como patrimônio cultural fluminense pelo Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (Inepac) e, em 2016, ganhou status de patrimônio cultural material brasileiro com a inscrição no seleto Livro do Tombo de Belas Artes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A dramaturgia documental integra as ações da Companhia de Teatro Municipal em prol da preservação da memória histórica e cultural do município. “Desde 2023, a Cia tem se dedicado a uma pesquisa sobre a identidade cultural de São Pedro da Aldeia, com o objetivo de trazer aos palcos nossas raízes. A construção dessa encenação teatral em celebração ao centenário de Gabriel foi apenas o começo. Nesta montagem, a Cia de Teatro mergulha em um tema enraizado em nós, aldeenses, a Casa da Flor. E nada melhor para honrar esse patrimônio cultural do que trazer o artista popular Gabriel Joaquim dos Santos e sua obra para a praça no dia do aniversário dele”, ressaltou.

Integram o elenco de “A Casa feita de cacos” os atores Adriana Amarante, Carolina Lira, Davi Lisbôa, Gabriela Chaffin, Lucas Soeiro, Michael Garcia e Pâmela de Souza.

Sobre a Companhia de Teatro Municipal

A Companhia de Teatro Municipal foi regulamentada Lei Municipal nº 3.047/2022. É o primeiro projeto cultural voltado à produção teatral e à formação teórica e prática de atores e atrizes. A proposta é valorizar os talentos locais e proporcionar o desenvolvimento artístico contínuo, por meio da montagem e circulação de espetáculos teatrais dentro e fora do município.

Todos os candidatos admitidos passaram por um processo de seleção pública, aberto pela Secretaria Municipal de Cultura, sendo submetidos a um Teste de Habilidade Específicas (THE) para avaliação da aptidão e do nível do domínio em quesitos como interpretação, capacidade de improvisação, expressão corporal e dicção.

- Advertisement -
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Mais Lidas

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -
- Advertisement -spot_img
Pular para o conteúdo