Campeonato Carioca de Taekwondo será realizado no domingo (3) em São Pedro da Aldeia

O evento será realizado na Escola Cívico Militar Profª Miriam Alves e contará com 100 atletas, marcando assim a retomada das grandes competições de artes marciais no estado do Rio

331

O primeiro campeonato de Taekwondo do estado do Rio de Janeiro, pós restrições da pandemia, será realizado neste domingo (3), em São Pedro da Aldeia. O torneio vai reunir cerca de 100 atletas, na Escola Cívico Militar Profª Míriam Alves, que irão disputar as modalidades de luta e forma.

O evento de artes marciais é gratuito, iniciando às 10h, e a expectativa é de receber um público de 500 pessoas. Lá, também estarão reunidos grandes nomes do taekwondo, como o atleta Otílio Nunes, que é 2° Dan e atual campeão brasileiro e carioca na modalidade. Ele também representará o Brasil no Mundial na Holanda, em julho.

Outro atleta presente no Carioca, que vai representar o país na Holanda, é o medalhista Thiago Medina, de 15 anos. O grande destaque aldeense é Gabriel Rios, uma das apostas do campeonato.

Gabriel Rios

Para o mestre Edimir Kawakubo, referência na modalidade esportiva e 7° Dan em Taekwondo ITF, o campeonato Carioca marca a retomada dos grandes eventos de artes marciais no estado do Rio de Janeiro.

“A expectativa é grande pois, após três anos realizando os eventos de forma virtual, -que foi a solução encontrada para que os atletas continuassem ativos -, será o primeiro evento presencial e todos os competidores estão ansiosos pelo retorno”, pontuou o mestre Edimir Kawakubo, acrescentando que outros grandes eventos já estão em curso pela ITF-Brasil.

Uma das organizadoras do evento, a professora faixa preta e 5° Dan em Taekwondo, Thaís Melo, destacou que o evento é para todo tipo de público, inclusive quem é praticante de outras artes marciais:

“É um campeonato de altíssimo nível profissional e esportivo, além de um evento para todos os públicos, inclusive para quem pratica outros tipos de artes marciais. Será um evento raiz. Eu mesma pratico Taekwondo há 30 anos e já assisti eventos de outras artes, pois quem gosta de artes, gosta de estar observando: é aprendizado”, orientou ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui