InícioBrasilEstadoCaminhoneiros bloqueiam pistas da BR-040, na altura da Reduc, em protesto bolsonarista

Caminhoneiros bloqueiam pistas da BR-040, na altura da Reduc, em protesto bolsonarista

Bloqueio em rodovias de todo o país começou na tarde de quarta-feira (8). Apesar dos rumores, BR-101, só registrou retenção na altura de Campo dos Goytacazes; o trecho de Niterói - Manilha segue com fluxo normal

O protesto de caminhoneiros bolsonaristas que começou no fim da tarde de quarta-feira (8) se estende na manhã desta quinta (9), e não tem previsão de fim. Pistas da BR-040, a rodovia Washington Luís, estão bloqueadas por caminhões sentido Petrópolis, na altura da Reduc, em Duque de Caxias. Na BR-101, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, manifestantes ameaçaram fechar a rodovia, e alguns continuam no local. Até ontem, 14 estados já registravam ações de caminhoneiros.

Apesar dos rumores, a rodovia BR-101 só registrou manifestação popular no Km 75, em Campos dos Goytacazes. O trecho que compreende Niterói – Manilha e conecta os municípios da Região dos Lagos ainda não está sendo afetado. Essa informação circulou nos grupos de Whatsapp, informando que os caminhoneiros também fariam o bloqueio da principal via de acesso que conecta os municípios da baixada litorânea com a região metropolitana do Rio de Janeiro, mas até o momento a PRF e a Concessionária Arteris não confirmaram nenhuma retenção.

Mais de dez caminhões estão estacionados na pista central da BR 040, travando o trânsito. Além de parar os veículos, manifestantes estão acampando na beira da estrada, até mesmo com crianças, que passaram a noite no local. Em mensagens trocadas em um grupo de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, um deles afirma que “sexta-feira vai ser maior”, e que a intenção é “parar o Rio”.

Caminhoneiros ocuparam BR-116 e BR-101

No fim da tarde de quarta-feira, caminhoneiros começaram a ocupar as BRs 116 e 101. Em um dos vídeos, um caminhoneiros aparecem organizando a movimentação dos veículos. “Aí, galera, vamos repetir a dose de 2018. Vamos embora! É, Campos, hein? Hoje nós não vamos afrouxar, não”, prometeu o manifestante, que fez referência à greve de dez dias dos caminhoneiros, em 2018.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanha as movimentações dos caminhoneiros, que pretendem ficar parados no local até esta quinta-feira.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content