InícioRegião dos LagosCabo FrioCabo Frio mantém serviço de adoção de animais durante a pandemia

Cabo Frio mantém serviço de adoção de animais durante a pandemia

Desde março o município exerce castração gratuita em cães e gatos

Em tempos de isolamento social, ninguém precisa de provas científicas para saber que a companhia de bichinhos de estimação faz um bem gigantesco. A partir disso, o Canil Municipal da Fazenda Campos Novos, em Tamoios, 2º distrito de Cabo Frio, disponibiliza animais para adoção, entre segunda e sexta, das 9h às 16h.

Ao todo 177 animais são cuidados no local, entre cães e gatos, machos e fêmeas, adultos e filhotes. O canil possui 131 cães, sendo 84 fêmeas e 47 machos. Já o gatil, entre os 46 felinos disponíveis para adoção, 30 são fêmeas e 16 são machos. 

Assim que são resgatados, os animais passam pela avaliação de veterinários para identificação de alguma doença infecciosa e são vermifugados. Além disso, os pets são separados durante um tempo para se acostumarem ao ambiente e depois se juntam aos demais, com intuito de socialização.

O adotante precisa ter mais de 18 anos e assinar um termo de responsabilidade, além de apresentar comprovante de residência, documento com foto e telefone de contato. Após a adoção, os administradores do canil mantêm contato permanente para acompanhar as condições do animal em seu novo lar. 

As adoções também podem ser realizadas durante a Feira do Produtor Rural, que acontece duas vezes por mês no Parque de Exposições da Fazenda Campos Novos. A Fazenda fica na Rodovia Amaral Peixoto (RJ 106), Km 124.

PROGRAMA DE CASTRAÇÃO ANIMAL

Oficialmente lançado em março, o Programa de Castração de cães e gatos (somente machos) de Cabo Frio já alcançou cerca de 250 residências. A ação passou pelo Manoel Corrêa, Jacaré, Unamar e, mais recentemente, no bairro Santo Antônio, no 2º distrito, nesta terça-feira (18).

Para realizar o cadastramento, agentes de controle de zoonoses vêm fazendo visitas domiciliares, com avaliação e agendamento da castração, que é gratuita.

Para ter acesso ao serviço é necessário que o tutor do animal apresente documentos como identidade, comprovante de residência com endereço de Cabo Frio, e Cartão Nacional SUS. Esses dados serão utilizados para preencher uma ficha com a identificação do animal e a raça.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content