Início Cabo Frio Cabo Frio implanta programa de saúde "Melhor em Casa"

Cabo Frio implanta programa de saúde “Melhor em Casa”

Atendimento começou esta semana beneficiando quatro pacientes

Com objetivo de ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) para os moradores, a Prefeitura de Cabo Frio implantou, esta semana, o Programa de Atenção Domiciliar “Melhor em Casa”. Iniciativa do Ministério da Saúde do Governo Federal, o programa prevê a desospitalização precoce e segura de pacientes para evitar risco de infecções ou outros agravamentos do ambiente hospitalar.

O coordenador geral do “Melhor em Casa”, Jay Brasileiro, lembra que o programa reforça a diretriz do governo municipal em expandir a Atenção Básica e Domiciliar para os munícipes.

“Para isso, a partir de agora Cabo Frio conta com uma equipe de 23 multiprofissionais formada por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem, nutricionistas, psicólogo, assistente social e fonoaudiólogos que atendem diariamente. Esses profissionais são responsáveis por visitar os pacientes em casa, fazendo todo o acompanhamento médico necessário, reintegrando os laços familiares e afetivos e proporcionando suporte de uma internação domiciliar”, explicou.

Além disso, o programa também beneficia pessoas que estejam em situações nas quais o tratamento em casa é o mais indicado. Por tudo isso, o coordenador técnico da Atenção Domiciliar, Júnior Curcino, afirma que o “Melhor em Casa” é uma inovação para o setor de internações da cidade.

“A desospitalização é uma ação de extrema importância dentro do tratamento do paciente. Sabemos que a cura é mais rápida estando no lar e junto da família. Por isso, o programa chega para atender todo o processo nos casos de média e alta complexidade dando continuidade à internação e tratamento na residência com medicação, acompanhamento necessário e qualquer procedimento que complemente a Atenção Básica. O serviço é complementar, e não substitutivo”, explica Júnior.

PRIMEIROS PACIENTES JÁ ESTÃO SENDO ATENDIDOS

Hélio Mattos de Oliveira, 76 anos, foi o primeiro a receber o tratamento domiciliar pelo programa “Melhor em Casa”, que já está atendendo mais três pacientes somente nesta primeira semana.

“Atenção Domiciliar é uma das ações que estamos buscando ampliar na cidade. No início do ano já aumentamos as equipes do Estratégia Saúde da Família. Agora, com esse projeto, passamos atender também pacientes de média e alta complexidade em casa. Reconhecemos que levar equipes multiprofissionais à casa das pessoas que necessitam de assistência, insumos e equipamentos, pode fazer com que elas fiquem menos tempo internadas, contribuindo para redução do risco de infecção hospitalar, além de promover um contato mais próximo com a família”, conclui Felipe Fernandes, secretário de Saúde.

VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -

Mais Lidas

Skip to content