InícioRegião dos LagosCabo FrioCabo Frio cria grupamento Patrulha Solidária

Cabo Frio cria grupamento Patrulha Solidária

Projeto tem como pilares o acolhimento e auxílio a moradores em situação de vulnerabilidade social

A partir de agora, Cabo Frio conta com o serviço da Patrulha Solidária, um grupamento direcionado ao auxílio e acolhimento de cidadãos em situação de vulnerabilidade social. Idealizado pela Secretaria de Direitos Humanos e Segurança, o lançamento aconteceu nesta quarta-feira (20) no auditório da Prefeitura.

A Patrulha Solidária é um grupamento da Guarda Civil Municipal de Cabo Frio. Ele atuará com operações diárias em vários bairros da cidade de forma a atender pessoas em situação de vulnerabilidade social na cidade. Para isso, a patrulha conta com um veículo exclusivo.

O novo dispositivo vai atuar na proteção, prevenção, acolhimento, monitoramento e acompanhamento de mulheres, população trans, pessoas com deficiência, idosos, crianças e adolescentes, vítimas de violência familiar ou estado de abandono. O serviço pode ser acionado pelo número 153.

A atuação da Patrulha Solidária é integrada às superintendências que atendem demandas referentes ao público-alvo que é acolhido. Para dar efetividade ao trabalho, toda a corporação da Guarda Civil Municipal passou por capacitações teóricas e práticas sobre direitos, vulnerabilidades, abordagem e empatia. Ao todo, 400 agentes municipais foram instruídos durante 15 dias.

“Quando assumi a Secretaria de Direitos Humanos e Segurança tínhamos o objetivo claro de integrar essas duas pastas, antes vistas como distintas e antagônicas. A Patrulha Solidária marca esse momento, em que reunimos toda nossa corporação para fazer cada um deles entender qual é o seu lugar, ter empatia e fortalecer o sentimento de servir e ajudar as pessoas. A Patrulha Solidária não é um serviço de ronda ostensiva de segurança, ela tem o objetivo de rodar a cidade em busca de quem precisa de ajuda, de acordo com as necessidades, encaminhando para os dispositivos de direito. Esse é um resgate junto à população. Que ela tenha segurança e confiança nos nossos agentes”, disse a secretária de Direitos Humanos e Segurança, Aglaia Olegário.

O grupamento especial foi apresentado em uma reunião pública, com a participação de diversos setores municipais. A mesa de cerimônia foi composta pelas secretárias de Direitos Humanos e Segurança, Aglaia Olegário; da Criança e do Adolescente, Betânia Batista; de Assistência Social, Nilza Miquelotti; pelo secretário-adjunto de Desenvolvimento Humano, Neemias Lima; as superintendentes de Políticas Públicas, da Pessoa com Deficiência, Idalina Araújo; da Mulher, Tânia Lopes; LGBTI+, Pedro Rosa; pela coordenadora do Centro de Atendimento à Mulher (CEAM), Ludmila Roque e pelo presidente do Grupo Avivamento Rio de Deus (GARD), Paulo Bittencourt.

Também estiveram presentes a secretária da Melhor Idade, Delamar Sant’Anna; o secretário adjunto de Ações Estratégicas, Nathan Barbosa; os coordenadores de Direitos Humanos, Carla Rodrigues, e da Guarda Civil Municipal, Robem Rodrigues; o inspetor de polícia da Delegacia de Atendimento à Mulher de Cabo Frio (DEAM), Silvio Rocha; agentes da Patrulha Maria da Penha de Rio das Ostras, entre outras autoridades.

PROGRAMA GUARDA SOLIDÁRIA

A Patrulha Solidária faz parte da Guarda Solidária, um programa instituído pela Secretaria de Direitos Humanos e Segurança de Cabo Frio que compreende a união da Coordenadoria de Direitos Humanos e Departamento de Trânsito, em ações práticas de políticas públicas voltadas aos cidadãos em situação de vulnerabilidade social. Dentro do programa, também está compreendida a Ronda Escolar.

Letycia Rocha
Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content