Cabo-friense perde R$ 70 mil ao investir em empresa de criptomoeda gaúcha

Vítima conheceu a Expert Trade Holding por meio de consultor em São Pedro da Aldeia; mulher chegou a pegar empréstimo bancário

2554

Uma moradora de Cabo Frio foi mais uma vítima de golpe de empresa de investimento em criptomoedas. Desta vez, a consultora é a Expert Trade Holding, sediada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

A vítima perdeu R$ 70 mil, que havia aportado em dois contratos: um de R$ 10 mil e outro de R$ 60 mil. Conforme a mulher, que não será identificada, ela chegou a pegar um empréstimo bancário para investir no negócio.

A gaúcha Expert Trade Holding tem como sócio fundador Leonardo Simoni e a data de abertura, segundo consulta ao CNPJ da empresa, foi em abril de 2021.

A vítima contou ao Portal RC24h que ficou sabendo sobre a empresa por um consultor em São Pedro da Aldeia, da Capuzzo Assessoria e Serviço, que tem como quadro societário Raissa Gabriela Marques Capuzzo e Ernani Capuzzo.

Os lucros eram chamativos. A promessa do rendimento era de 15% ao mês. “Ou seja, era depositado para mim R$ 10.500”, conta a mulher. Ela fechou os contratos com a Expert Trade Holding em setembro e chegou a receber os meses de outubro e novembro. Depois disso, nunca mais viu nenhum depósito na conta. “Tem quatro meses que não pagam”, lamenta.

Em um grupo com os clientes da empresa, o CEO, Leonardo Simoni, chegou a dizer que havia acionado um seguro para realizar a rescisão dos contratos e devolução dos valores aos clientes.

“A empresa realizou o levantamento dos valores que entende devidos aos clientes a título de rescisão. (…) de conhecimento deste valor, irá acionar o seguro em busca de tal quantia, para repassar aos clientes”. A apólice, segundo o dono da consultora, está por conta da Zurich Seguros Minas Gerais. Ele ainda destacou, na nota enviada aos investidores, que “o seguro é para a empresa, não para o cliente”, porém repassaria o valor, mas sem prazo definido, já que “dependerá da seguradora”.

Depois de todo o informativo, Leonardo voltou atrás e pediu que desconsiderassem a mensagem. Desde então, a cabo-friense e outros investidores da Expert Trade Holding seguem com o futuro do investimento indefinido.

Em nota, o CEO da Expert Trade disse que “devido a instabilidade do mercado, o mesmo se apresenta com baixa liquidez em vista de diversos fatores externos, tais como: guerra, pandemia, alta do petróleo e outros aspectos que dificultaram o encerramento de operações” e que já foi “informado a todos os clientes que a função de saques estaria temporariamente indisponível pelo prazo de noventa dias, e aqueles que optarem pela rescisão contratual deverão formalizar o pedido, informando ao departamento jurídico”, além da “existência de um seguro de responsabilidade civil, para eventuais situações do gênero”.

Leonardo Simoni afirmou, ainda, que “não há de se falar em golpe, tampouco prejuízo de clientes” e que todos “terão seu capital devidamente restituído”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui