InícioSaúdeCovid-19Butantan avalia aplicação de terceira dose da Coronavac

Butantan avalia aplicação de terceira dose da Coronavac

Possibilidade é estudada pelos especialistas do instituto para aumentar a eficácia do imunizante

A possibilidade de aplicação de uma terceira dose da Coronavac está sendo estudada pelo Instituto Butantan. As autoridades afirmam que a medida pode aumentar a eficácia da vacina e ampliar a geração de anticorpos na população brasileira.

Em entrevista, o diretor médico de pesquisa clínica do Instituto, Ricardo Palacios, disse que algumas pesquisas já estão em andamento e podem traçar uma nova estratégia de imunização nos próximos meses.

“Existem grandes preocupações sobre como melhorar a duração da resposta imune, e uma das alternativas que tem sido considerada é uma dose de reforço, seja com a própria Coronavac, seja com outros imunizantes”, disse Palacios, no domingo (11).

Uma das possibilidades é complementar a Coronavac com alguma outra vacina.

De acordo com Palacios, a combinação de vacinas pode melhorar a duração da resposta imune e funcionar como um reforço adicional.

Internamente, o Instituto Butantan está desenvolvendo um outro imunizante contra a Covid-19, a ButanVac, que ainda está em desenvolvimento e aguarda a aprovação da Anvisa para ser testada em seres humanos.

Além disso, o Instituto agora recomenda que o período de aplicação entre a primeira e segunda dose da Coronavac seja aumentado de 14 para 28 dias, com o objetivo de ampliar a eficácia do imunizante.

*Com informações dO Dia.

Letycia Rocha
Pós-graduanda em Jornalismo Investigativo pela Universidade Anhembi Morumbi; Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Veiga de Almeida. Atuou como produtora/repórter na Lagos TV e Coordenadora de Programação na InterTV - Afiliada da Rede Globo. Editora no Blog Cutback e colaboradora no jornal O Dia.
VEJA TAMBÉM
- Advertisement -
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img
- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Skip to content